Search
Close this search box.
Publicidade

Órgãos do Governo debatem recuperação da vegetação nativa e manejo florestal

O processo de restauração da vegetação nativa e o manejo florestal consciente, são a base fundamental para a preservação da vida na Terra
Publicidade

Com o intuito de consolidar os avanços do Estado quanto à recuperação da vegetação nativa e manejo florestal, o Governo de Rondônia participou de reunião com a Diretora do Departamento de Florestas do Ministério do Meio Ambiente e Mudanças do Clima (MMA). O encontro realizado durante a Conferência do Clima – COP 28, teve como objetivo traçar estratégias conjuntas para execução de metas e ações previstas no Plano Nacional de Recuperação da Vegetação Nativa (Planaveg).

A restauração da vegetação nativa e o manejo florestal consciente são base fundamental para a preservação

Publicidade

Na reunião, a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), juntamente à presença da Coordenadoria de Monitoramento e Regularização Ambiental Rural (Comrar) e do diretor Sênior da Conservação Internacional do Brasil, avaliaram que, embora o Estado esteja trabalhando com ações e execução de projetos, visando o apoio à recuperação de áreas degradadas, o objetivo de um plano estadual é ampliar e fortalecer as políticas públicas, incentivos financeiros, mercados, boas práticas agropecuárias e outras medidas necessárias para a recuperação da vegetação nativa, principalmente em Área de Preservação Permanente (APP) e Reserva Legal, mas também em territórios degradados com baixa produtividade e áreas protegidas.

Para o Governador, Marcos Rocha, o processo de restauração da vegetação nativa e o manejo florestal consciente, são a base fundamental para a preservação da vida na Terra. “O cuidado com as nossas florestas e recuperação de nossa vegetação nativa é essencial para a sustentabilidade é fundamental à preservação da vida. Temos o dever de preservar esses recursos naturais, garantindo assim, um legado de biodiversidade e equilíbrio ambiental para as futuras gerações”, referenciou.

Segundo o secretário da Sedam, Marco Antonio Lagos, foi possível construir um diálogo de forma mais pontual, mostrando que Rondônia avança com a política de recuperação da vegetação nativa, tanto com recursos próprios quanto com captação de recursos externos. “Esta é uma maneira de gerar uma base de planejamento confiável, com diretrizes e metas estabelecidas, proporcionando confiabilidade e direcionamento para captação de recursos, possibilitando aumentar a confiabilidade e ações do Estado em promover a produção agropecuária sustentável”, destacou.

O coordenador da Comrar, Geovani Marx Rosa, avaliou o encontro como assertivo para os Estados envolvidos. “Na oportunidade, solicitamos apoio à construção e elaboração de um Plano Estadual para recuperação da vegetação nativa, com o objetivo de orientar, motivar, facilitar e implementar a recuperação da vegetação nativa em larga escala, tanto em áreas privadas quanto em áreas protegidas do Estado”, ressaltou.

Combate Clean Anúncie no JH Notícias