Search
Close this search box.
Publicidade

Programas socioassistenciais do Estado terão espaço no maior evento do agro da região Norte, em Ji-Paraná

Equipe da Seas juntamente à secretária Luana Rocha farão abordagem especial sobre os programas destinados às famílias vulneráveis
Publicidade

Os programas do Governo do Estado, destinados às pessoas em situação de vulnerabilidade social e econômica, estarão em evidência na 10ª edição da Rondônia Rural Show Internacional, que iniciará na próxima segunda-feira (22), e se estenderá até sábado (27), em Ji-Paraná. Com a proposta de promover maior aproximação com o público-alvo, a Secretaria de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social – Seas participará do evento, considerado o maior do agro da região Norte do país, no Centro Tecnológico Vandeci Rack, na BR-364.

Quem for conferir as novas tecnologias do campo encontrará muitas novidades, entre elas os programas da Seas, que serão divulgados por meio de cartilhas, com detalhamento sobre como se tornar beneficiário de um ou de todos os serviços disponibilizados, como por exemplo, o Prato Fácil, que há dois anos garante refeições nutritivas ao custo de R$ 2, para pessoas que estejam no Cadastro Único e que tenham renda per capita de até meio salário mínimo, bem como aposentados cujo benefício não seja superior a um salário mínimo, e quem recebe o Benefício de Prestação Continuada – BPC. O programa que já serviu mais de 1,5 milhão de refeições conta com 38 restaurantes credenciados, 28 deles, em Porto Velho e 10 no interior do Estado, entre eles Ji-Paraná.

Publicidade

O governador Marcos Rocha argumentou que, “O Governo, por meio da Seas, vem trabalhando para garantir os direitos humanos com programas importantes, como o Mulher Protegida, que presta assistência e também incentiva as pessoas a se capacitarem profissionalmente para que possam ter novas oportunidades. A Rondônia Rural Show, por se tratar de um evento internacional, é um espaço ideal para divulgarmos o que Rondônia está fazendo para tornar melhor, a vida de muitas famílias”.

Outro programa que tem feito a diferença na vida de muitas famílias, é o Mamãe Cheguei, que tem como objetivo promover o fortalecimento de vínculo entre a gestante e o bebê, a realização do pré-natal e a redução da mortalidade materna/infantil. Por fim a gestante é contemplada com kit enxoval contendo 21 itens necessários ao bebê. Desde sua criação em 2020, o programa já distribuiu mais de 10 mil kits. Com foco na melhor assistência à primeira infância. A Seas conta também com o Crescendo Bem, que presta auxílio financeiro de R$ 100 mensais às famílias que têm crianças de 0 a 3 anos, (ou até 6 anos com deficiência), sendo atendidas pela equipe do programa federal Criança Feliz. Cerca de quatro mil famílias já foram beneficiadas.

Rondônia Cidadã, com mais de 40 mil atendimentos diversos prestados em todo o Estado; Cofinanciamento do Sistema Único de Assistência Social – Suas com mais de R$ 36 milhões repassados aos municípios; RG para autistas, mais de mil emitidos; bem como mais de sete mil atendimentos na Central de Informação aos Migrantes e Refugiados; Criança Protegida, que nesta semana fez entrega de mais de R$ 1 milhão em equipamentos, para melhorar do atendimento nos Conselhos Tutelares; Mulher Protegida, que desde dezembro de 2021 já concedeu auxílio de R$ 2.400 a 1.326 vítimas de violência doméstica com medida protetiva vigente, entre outras ações da pasta que tem como titular, a secretária, Luana Rocha.

Anúncie no JH Notícias