Search
Close this search box.
Publicidade

Sancionadas leis que transformam diversos locais de Porto Velho em patrimônios históricos e culturais

Museu Internacional do Presépio Padre Enzo Guarino é um dos locais que recebeu o reconhecimento
Publicidade

Em valorização à história e cultura de Porto Velho, foram sancionadas leis aprovadas pela Câmara Municipal, tornando prédios públicos, museu, sítio arqueológico e até mesmo uma caverna como patrimônios históricos e culturais do município.

Conforme as leis publicadas no Diário Oficial dos Municípios do Estado de Rondônia, o Palácio Presidente Vargas (antiga sede do governo estadual), o Edifício Monte Líbano, o Memorial Jorge Teixeira e o Prédio da Unir Centro, todos na região central da capital de Rondônia, passam a ser patrimônios históricos e culturais de Porto Velho.

Publicidade

Também ganharam o mesmo reconhecimento a Serra da Muralha, que é um sítio arqueológico localizado na divisa de Rondônia com o Amazonas; a Paleotoca de Vista Alegre do Abunã (uma caverna provavelmente escavada por bichos-preguiça gigantes) e o Museu Internacional do Presépio Padre Enzo Guarino, na zona Leste de Porto Velho.

HISTÓRIA

 Palácio Getúlio Vargas começou a ser construído em 1948Palácio Getúlio Vargas começou a ser construído em 1948

O Palácio Getúlio Vargas começou a ser construído em 1948, quando Rondônia ainda era Território Federal do Guaporé. Ele foi inaugurado em 1954 e passou a ser a sede de todos os governos até 2015, quando se tornou o Museu da Memória Rondoniense. O prédio está localizado entre as avenidas Presidente Dutra e José de Alencar, em frente ao Mercado Cultural, no Centro Histórico da capital de Rondônia.

Do outro lado da av. Presidente Dutra está o prédio da Universidade Federal de Rondônia (Unir Centro). Ele foi inaugurado em 1953 como o Porto Velho Hotel, um dos primeiros desse porte na cidade, onde durante muitos anos recebeu hóspedes ilustres. Ali também chegou a funcionar um importante ponto de lazer e de encontro para a alta sociedade da época (de 1964 a 1969) denominado Varanda Tropical. Na Década de 80, passou a ser sede da reitoria da Unir.

Próximo a esses dois monumentos, na rua José de Alencar, foi construído o Edifício Monte Líbano, que de acordo com os historiadores foi o primeiro prédio erguido totalmente em alvenaria em Porto Velho. Construído por etapas, a obra iniciou em 1915 e só foi concluída totalmente em 1950, quando inaugurado pelo proprietário, o libanês Jorge Bichara.

O Museu Internacional do Presépio Padre Enzo Guarino foi inaugurado em 1998O Museu Internacional do Presépio Padre Enzo Guarino foi inaugurado em 1998

Instalado na antiga residência oficial do primeiro governador do Estado de Rondônia, o Memorial Governador Jorge Teixeira abriga o acervo pessoal e de trabalho de Jorge Teixeira de Oliveira com exposição permanente de fotos, documentos e publicações em jornais, além de objetos pessoais dos anos de 1979 a 1985, período de estruturação e criação do Território Federal de Rondônia. A casa em si tem mais de 70 anos de existência.

MUSEU

O Museu Internacional do Presépio Padre Enzo Guarino foi inaugurado em 1998 e está localizado na Vila de Nazaré, na Associação São Tiago, à rua Mané Garrincha, nº 3154, bairro Socialista, na região Leste de Porto Velho. O acervo do museu conta a história da salvação através de Jesus Cristo, conforme relatados na Bíblia Sagrada.

No mesmo local funciona o maior Museu Monumental Permanente do Brasil e o segundo maior do mundo, com obras de artistas brasileiros e de outras 50 nacionalidades. O primeiro do tipo está localizado em Caltagirone, na Itália.

Combate Clean Anúncie no JH Notícias