Search
Close this search box.
Publicidade

Semusa abre processo seletivo para residência médica em ginecologia e obstetrícia

Estão disponíveis quatro vagas e as inscrições devem ser feitas até o dia 23 de outubro
Publicidade

A Secretaria Municipal de Saúde de Porto Velho (Semusa) abriu o processo seletivo para o Programa de residência médica de ginecologia e obstetrícia da Maternidade Municipal Mãe Esperança (MMME). O acesso ao programa é feito por Processo Seletivo Unificado, organizado pela Associação Médica do Rio Grande do Sul (PSU-AMRIGS). Estão disponíveis quatro vagas, e as inscrições devem ser feitas até o dia 23 de outubro, pelo site https://fundatec.org.br/.

A residência médica em ginecologia e obstetrícia é ofertada pela Semusa desde março de 2012, e já formou 29 profissionais até o momento. O curso é autorizado pelo Ministério da Educação e tem duração de três anos.

Publicidade

A prova para concorrer à residência será aplicada a nível nacional no dia 19 de novembro, às 9h (horário de Brasília). O processo seletivo reúne duas fases: uma prova teórica objetiva com questões de múltipla escolha e entrevista com os candidatos, realizada no mesmo dia e local da prova.

A residência médica é uma forma de educação de pós-graduação que consiste em cursos de especialização. Esses cursos envolvem treinamento prático em tempo integral e são regulamentados pela Lei 6.932 de 7 de julho de 1981, bem como pelas resoluções da Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM), que faz parte da Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação.

Os preceptores responsáveis pela supervisão na residência são médicos que atuam na Maternidade Municipal e servidores da Semusa que realizam atividades relacionadas ao ensino, assistência médica, extensão ou pesquisa, e estão devidamente registrados na Comissão de Residência Médica (Coreme).

GINECOLOGISTA OBSTETRA

O ginecologista e obstetra é o profissional responsável por acompanhar as mulheres durante a gestação, parto e puerpério. O profissional atua para garantir qualidade de vida à paciente em um dos períodos mais delicados e importantes da vida, trabalhando de forma humanizada e assegurando um parto seguro e tranquilo. Atualmente, 34 médicos ginecologistas obstetras prestam assistência na Maternidade Municipal Mãe Esperança.

Anúncie no JH Notícias