Search
Close this search box.
Publicidade

Trilhas, viveiro de plantas e playground são opções de lazer no Parque Natural de Porto Velho; conheça

Local funciona de terça a domingo, das 8h às 17h. Veja as principais dúvidas sobre o Parque Natural Municipal Olavo Pires.
Publicidade

Tá de férias e não sabe o que fazer com a família ou quer dar um passeio diferente com as crianças? O Parque Natural Municipal Olavo Pires, construído em 1989, é uma opção de lazer em Porto Velho. Os visitantes que vão ao local podem andar por trilhas, apreciar plantas e um lago com tartarugas.

Com uma área de 390 hectares, o Parque Natural é composto por três trilhas na mata, sendo duas em funcionamento, um museu do acervo biológico, sala de educação ambiental para cursos e oficinas, novo playground, mesas para piquenique, viveiro, academia ao ar livre e até uma quadra de vôlei [para quem gosta de executar um bom saque].

Publicidade

A tirolesa, a escalada e o arborismo, atividades incluídas no parque durante uma reforma que aconteceu no local em 2017, não estão mais em funcionamento. O site questionou a prefeitura da capital sobre a reativação das atividades, mas, até a última atualização desta reportagem, não teve retorno.

Escalada, atividade incluída no local em 2017, não está mais em funcionamento. — Foto: Thaís Nauara/g1

Tire suas dúvidas:
Quais os dias de funcionamento?
O parque está aberto a visitação de terça-feira a domingo. Na segunda-feira, o local está fechado para manutenção.

Quais os horários de funcionamento?
O parque funciona das 8h às 17h.

Pode levar pets?
De acordo com o servidor do parque, André Saldanha, não é permitido a entrada de pets, sejam eles gatos, cachorros, pássaros e outros.

Pode levar comida?
Sim. De acordo com o servidor do parque, o local conta com espaços dedicados a realização de piqueniques, mas, não é permitido ascender fogo ou fumar nas dependências do parque.

Quais os dias de trilha?

Parque natural tem três opções de trilhas, sendo duas em funcionamento. — Foto: Thaís Nauara/g1

As trilhas podem ser feitas aos sábados, domingos e feriados em dois horários: às 9h e às 15h.

A ‘Trilha do Viveiro’ é de dificuldade mínima e pode ser realizada sem guia. Já a ‘Trilha do Igarapé, de dificuldade média, só pode ser feita com a presença de um guia e apenas nos horários permitidos.

Atualmente, a ‘Trilha da Caverna’, de dificuldade máxima, não está aberta para aventureiros. O jornal questionou a prefeitura da capital sobre a reativação do local, mas, até a última atualização desta reportagem, não teve retorno.

Combate Clean Anúncie no JH Notícias