Search
Close this search box.
Publicidade

Vacina contra a gripe continua disponível enquanto houver estoque

Apesar do fim da campanha contra a influenza, população ainda pode buscar proteção
Publicidade

A campanha de vacinação contra a gripe em Porto Velho será mantida enquanto houver estoque, informa a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa). O imunizante está disponível nas unidades básicas para todas as pessoas com idade a partir de seis meses.

A Campanha Nacional de Vacinação contra a influenza, coordenada pelo Ministério da Saúde, encerra nesta quarta-feira (31). De acordo com a Divisão de Imunização da Semusa, a estratégia em dar continuidade na vacinação ocorre devido à baixa procura pela proteção contra as síndromes gripais.

Publicidade

Dados do sistema de informação do Programa Nacional de Vacinação apontam que desde o início da campanha em Porto Velho, em 22 de março, 41 mil pessoas procuram as unidades para receber a dose contra a influenza. Em 2022, foram imunizadas 119.088 pessoas e 104.203 em 2021.

Ainda segundo a Divisão de Imunização da Semusa, a procura maior nos anos anteriores ocorreu devido a grande circulação do coronavírus, quando a pandemia era uma situação de emergência e a população estava mais preocupada.

Casos de gripe na nossa região são sazonais e este é o período com grande incidênciaCasos de gripe na nossa região são sazonais e este é o período com grande incidência

“Não é porque os casos da covid-19 diminuíram que a população deve parar de procurar as vacinas, pelo contrário. Os casos de gripe na nossa região são sazonais e este é o período com grande incidência. A vacina contra a influenza é trivalente e protege contra as principais cepas do vírus”, explica Marina Martellet, enfermeira da Divisão de Imunização.

SÍNDROME GRIPAL

A síndrome gripal é um conjunto de sintomas da gripe, como dor de garganta, tosse, calafrios, coriza e febre. Quando, além desses sintomas, o paciente apresenta falta de ar, dificuldades para respirar, baixa oxigenação no sangue e dor persistente no peito, é diagnosticado o caso de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG).

Em Porto Velho, o aumento dos casos de síndromes gripais é monitorado pelo Departamento de Vigilância em Saúde da Semusa. De janeiro até o final de maio, 319 pacientes foram internados em Porto Velho com a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG).

ONDE VACINAR?
A vacina contra a gripe é a principal forma de proteção contra o adoecimento e, principalmente, evitar os casos graves de síndromes gripais. A vacina está disponível em todas as unidades de saúde das 8h às 18h, exceto nesta quarta-feira (31), quando o atendimento tem horário diferenciado. Nas unidades Vila Princesa e Santo Antônio, o atendimento é das 8h às 12.

Confira aqui todos os locais de vacinação em Porto Velho.

Combate Clean Anúncie no JH Notícias