Notícias de Brasil

Mãe de Vitória Gabrielly: ‘Até quando o tráfico de drogas vai matar?’

Postado em 04/07/2018 às 11h49min


Mãe de Vitória Gabrielly: ‘Até quando o tráfico de drogas vai matar?’

A mãe da adolescente Vitória Gabrielly, Rosa Guimarães, falou sobre o fato de a filha ter sido morta por engano por traficantes de droga da região de Araçarigama, no interior de São Paulo – uma testemunha ouvida pela polícia relatou ter uma dívida de R$ 7 mil com traficantes, bem como uma irmã com as mesmas características de Vitória.

As investigações correm em segredo de Justiça. Até o momento, segundo o G1, três suspeitos de participação no assassinato foram indiciados por homicídio doloso: o servente de pedreiro Júlio César Lima Ergesse e o casal Bruno Marcel de Oliveira e Mayara Borges de Abrantes.

“A gente fica aliviada em saber que responderão pelo que fizeram, mas se viram que pegaram por engano, por que não a deixaram voltar para casa? Se falasse: ‘não fale nada’, eu não falaria. Só queria minha filha aqui comigo”, disse Rosa. “Até quando o tráfico de drogas vai matar? É triste, é doloroso”, prosseguiu.

O CASO

Vitória Gabrielly, de 12 anos, saiu de casa para andar de patins em 8 de junho e não voltou. Ela foi encontrada morta uma semana depois em uma região de mata de Araçariguama. As mãos e os pés da menina estavam atados, e o corpo amarrado a uma árvore. Perto dali foram encontrados os patins.