Search
Close this search box.
Publicidade
EcoRondônia

Perícia encontra fungos e ovos de parasitas em molhos de tomate da marca Fugini

De acordo com a perícia realizada, três amostras distintas do molho de tomate, provenientes de lotes e mercados diferentes, mas com a mesma apresentação, foram analisadas.
Publicidade

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul intimou os representantes da marca Fugini após a perícia do Instituto-Geral de Perícias (IGP) constatar a presença de fungos e ovos de parasita em amostras de molho de tomate recolhidas na cidade de Viamão.

Segundo a delegada Jeiselaure de Souza, da 1ª Delegacia da Polícia de Viamão, os responsáveis pela empresa já foram contatados e devem comparecer à delegacia para prestar depoimentos até o início da próxima semana, a fim de concluir o inquérito policial.

Publicidade

“Os representantes já foram contactados e, possivelmente nos próximos dias, no máximo no início da semana que vem, teremos os depoimentos agendados e concluídos para o desfecho do inquérito”, ressaltou a delegada.

De acordo com a perícia realizada, três amostras distintas do molho de tomate, provenientes de lotes e mercados diferentes, mas com a mesma apresentação, foram analisadas. O laudo emitido pelo IGP e entregue à polícia confirmou a contaminação desses produtos.

“Todas as amostras apresentaram a mesma análise positiva para fungos e ovos de parasita”, pontuou a delegada.

Vale ressaltar que a empresa Fugini já havia sido proibida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) de fabricar, comercializar e distribuir seus produtos. No entanto, essa decisão foi suspensa no mês passado.

A Fugini é conhecida por sua produção de molhos de tomate, conservas vegetais e outros molhos, como maionese e mostardas.

A descoberta da contaminação nas amostras de molho de tomate reforça a necessidade de um controle rigoroso sobre a segurança alimentar. Os consumidores devem estar atentos aos produtos que adquirem, verificando sua procedência e observando eventuais irregularidades.

As autoridades competentes, como a Polícia Civil e a Anvisa, têm o papel fundamental de investigar e tomar medidas apropriadas quando casos de contaminação de alimentos são identificados, garantindo a proteção da saúde pública.

Anúncie no JH Notícias