Search
Close this search box.
Publicidade

Professora denuncia pouca merenda em escola de Minas Gerais

Prefeitura diz que quantidade segue "parâmetros nutricionais". Mãe de aluno contou que filho chegou a perder peso
Publicidade

Um prato com três ou quatro pedacinhos de carne e uma colher de arroz e outra de feijão acompanhados de chuchu. A descrição é da merenda servida para crianças do terceiro ano do ensino fundamental, em plena fase de crescimento, de uma escola municipal de Belo Horizonte (MG).

Imagens feitas por uma professora mostram a escassez de alimento nos pratos de meninos e meninas de 9 anos da Escola Municipal Dom Orione, no bairro Ouro Preto, na Pampulha. A educadora denuncia a insuficiência da merenda escolar e as consequências disso para seus alunos. Uma mãe diz que o filho chegou a perder peso neste ano ao retornar às aulas presenciais.

Publicidade

 

Combate Clean Anúncie no JH Notícias