Search
Close this search box.
Publicidade

Governo destina R$ 200 milhões para combater a gripe aviária

Decisão está publicada no Diário Oficial da União
Publicidade

Nesta terça-feira (6), uma medida provisória foi publicada no Diário Oficial da União, abrindo um crédito extraordinário de R$ 200 milhões para o Ministério da Agricultura e Pecuária. O objetivo é financiar ações de combate à influenza aviária de alta patogenicidade (H5N1).

A medida foi assinada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e pela ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet. De acordo com o Ministério da Agricultura, em decorrência do estado de emergência zoossanitária no país e da confirmação de casos da doença em aves silvestres em pelo menos quatro estados, as ações de controle e contenção serão intensificadas.

Publicidade

O crédito será direcionado ao Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária (Suasa) e terá diversas finalidades, como a rápida identificação, testagem e cuidados sanitários dos casos suspeitos. Equipes técnicas receberão reforço para realizar ações no local, conforme destacado em comunicado oficial.

O Ministério da Agricultura ressaltou que o Brasil continua livre da influenza aviária na criação comercial e mantém seu status de livre da doença perante a Organização Mundial de Saúde Animal, garantindo a exportação segura de seus produtos para consumo.

Novos casos

Na segunda-feira (5), o ministério confirmou o primeiro caso de influenza aviária de alta patogenicidade (H5N1) no estado de São Paulo. Uma ave silvestre da espécie Thalasseus maximus (trinta-réis-real) foi encontrada no município de Ubatuba, no litoral norte. Além disso, outro caso foi detectado em Niterói, no Rio de Janeiro, também em uma ave da espécie trinta-réis-real. Até o momento, foram confirmados 24 casos em aves silvestres nos estados do Espírito Santo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo.

Combate Clean Anúncie no JH Notícias