Notícias de Concurso

Polícia Civil abre 5.739 vagas em três estados; salários vão até R$ 18 mil

Postado em 23/07/2019 às 09h07min


Polícia Civil abre 5.739 vagas em três estados; salários vão até R$ 18 mil

Excelentes oportunidades se aproximam para candidatos que almejam uma vaga na Polícia Civil. Acontece que, conforme levantamento feito pelo Notícias Concursos, há 5.739 vagas autorizadas em três estados: Distrito Federal, Rio de Janeiro e São Paulo. Os salários podem chegar a até R$18.747,95.

No DF, o diretor-geral da corporação, Robson Cândido, disse que o edital PC-DF 2019 será divulgado até o mês de julho. O concurso PC-DF 2019 está confirmado desde o mês de fevereiro, quando o governador Ibaneis Rocha (MDB), durante o evento que marcou o anúncio da proposta de paridade salarial da Polícia Civil do Distrito Federal com a Polícia Federal, anunciou a abertura de 1.800 vagas. Desse quantitativo, 1.500 são para Agente de Polícia e 300 para Escrivão.

A Polícia Civil do Estado de São Paulo foi autorizada a preencher 2.939 vagas em diversos cargos da corporação. A confirmação veio através do despacho do governador do Estado, João Dória, publicado no Diário Oficial do Estado do dia 04 de junho. O edital foi autorizado para os cargos de Investigador (900 vagas), Escrivão (1.600 vagas), Delegado (250 vagas) e Médico Legista (189 vagas).

A Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro vai divulgar a abertura de novo edital de concurso público (Edital Concurso Polícia Civil PC RJ 2019) para 1.000 vagas. Segundo informações da assessoria de imprensa, os editais do certame da corporação estão previstos para serem divulgados até julho. Em nota, o setor disse que “há previsão de mil vagas para policiais civis, entre delegados, inspetores, perito, técnico e auxiliar de necropsia. Até julho os editais devem ser lançados”, disse.

Concurso da Polícia Civil no DF – Veja os preparativos

concurso da Polícia Civil do Distrito Federal será divulgado para os cargos de agente de polícia e escrivão.

O Agente de Polícia tem missão de realizar atividade de nível superior, envolvendo investigar atos ou fatos que caracterizem ou possam caracterizar infrações penais; assistir a autoridade policial no cumprimento das atividade de polícia judiciária; coordenar ou executar operações de natureza policial ou de interesse de segurança pública; executar intimações, notificações ou quaisquer outras atividades julgadas necessárias ao esclarecimento de atos ou fatos sob investigações; dirigir veículos automotores em serviços, ações e operações policiais; executar demais serviços de apoio à autoridade policial, além de outras atribuições inerentes ao cargo, previstas em legislação específica, notadamente no art. 99 do Regimento Interno da PCDF, aprovado pelo Decreto Distrital nº 30.490, de 22 de junho de 2009.

O Escrivão de Polícia tem missão de efetuar atividades de nível superior, com atribuições relativas ao cumprimento das formalidades legais de polícia judiciária necessárias aos inquéritos, processos administrativos e demais serviços cartorários de apoio a autoridade policial, além de outras atribuições inerentes ao cargo, previstas em legislação específica, notadamente no art. 100 do Regimento Interno da PCDF, aprovado pelo Decreto Distrital nº 30.490, de 22 de junho de 2009. Veja os salários do cargo:

Classe Especial – R$13.751,51;

Primeira Classe – R$10.961,45;

Segunda Classe – R$9.129,01;

Terceira Classe – R$8.698,78.

Se as regras do último concurso forem mantidas, as provas objetivas contarão com questões de Conhecimentos Básicos e Específicos, distribuídas entre as disciplinas de  língua portuguesa; noções de informática; raciocínio lógico; atualidades; noções de direito constitucional; direito administrativo; direito penal; direito processual penal; legislação específica; e legislação penal extravagante.

Além da avaliação objetiva, haverá prova discursiva.

O último concurso da PC/DF foi divulgado para 300 vagas de Agente Policial. Desse total, 15 foram reservadas aos portadores de necessidades especiais. Houve ainda, formação de cadastro reserva com 600 classificados.

Os inscritos no concurso foram avaliados por prova objetiva e discursiva, teste de capacidade física, exames biométricos, avaliação médica e psicológica, investigação social, avaliação de títulos e curso de formação.

A prova objetiva teve valor de 120 pontos. Foi necessário tirar nota mínima de 12 em conhecimentos básicos, 18 em conhecimentos específicos, e ao total 36 pontos.

  • Concurso: Polícia Civil do Distrito Federal
  • Banca organizadora: a definir
  • Escolaridade: superior
  • Número de vagas: 1.800 vagas (sendo 1.500 para agente e 300 para Escrivão)
  • Remuneração: até R$ 8.284,55
  • Inscrições: a definir
  • Taxa de Inscrição: a definir
  • Provas: a definir
  • Situação: PREVISTO
  • Saiba mais sobre o concurso.          

Concurso da Polícia Civil em SP – Veja os preparativos

Conheça os cargos da corporação:

Escrivão e Investigador – 2.500 vagas

Os cargos exigem, na data da posse, idade igual ou superior a 18 anos de idade; ser habilitado para a condução de veículos automotores na categoria “B”, no mínimo; possuir diploma de graduação, expedido por entidade de ensino oficial ou reconhecida, devidamente registrado ou, na falta deste, certificado de colação de grau.

O Escrivão e Investigador de Polícia têm o total de vencimentos a partir de R$ 3.743,98 (três mil, setecentos e quarenta e três reais e noventa e oito centavos), correspondentes à soma dos valores do salário-base e da Gratificação pelo Regime Especial de Trabalho Policial – RETP. Para concorrer, o candidato deverá ter nível superior.

Papiloscopista e Agente de Telecomunicações – ainda não autorizado

Os cargos exigem, na data da posse, ser habilitado para a condução de veículos automotores na categoria “B”, no mínimo;ter sido aprovado no concurso, observado o número de vagas colocadas à disposição; e ser portador de certificado de conclusão de ensino médio expedido por escola oficial ou reconhecida e devidamente registrado.

O Agente de Telecomunicações Policial tem o total de vencimentos a partir de R$ 3.589,86 (três mil, quinhentos e oitenta e nove reais e oitenta e seis centavos), correspondentes à soma dos valores do salário-base e da Gratificação pelo Regime Especial de Trabalho Policial – RETP.

Agente Policial e Auxiliar Papiloscopista – ainda não autorizado

Os cargos exigem, na data da posse, idade igual ou superior a 18 anos de idade; ser habilitado para a condução de veículos automotores na categoria “D”, no mínimo; e ser portador de certificado de conclusão de ensino médio expedido por escola oficial ou reconhecida e devidamente registrado.

O Agente Policial e o Auxiliar Papiloscopista têm o total de vencimentos a partir de R$ 2.905,34 (dois mil, novecentos e cinco reais e trinta e quatro centavos), correspondentes à soma dos valores do salário-base e da Gratificação pelo Regime Especial de Trabalho Policial – RETP.

Delegado – 250 vagas

O cargo exige, na data da posse, ser habilitado para a condução de veículos automotores, no mínimo na categoria ‘B”; ser portador de diploma de bacharel em Direito, expedido por escola oficial ou reconhecida e devidamente registrado no Ministério da Educação – MEC; comprovação de, no mínimo, 2 (dois) anos de atividade jurídica ou 2 (dois) anos de efetivo exercício em cargo de natureza policial civil.

O Delegado de Polícia tem salário de R$9.888,07, correspondentes à soma dos valores do salário-base e da Gratificação pelo Regime Especial de Trabalho Policial –(RETP) e do Adicional por Direção da Atividade de Polícia Judiciária (ADPJ).

O último concurso da PC-SP foi divulgado em 2018 com oferta de 2.750 vagas. As vagas foram destinadas aos cargos de escrivão (800), investigador (600), agente policial (400), agente de telecomunicações (300), delegado (250), auxiliar de papiloscopista (200) e papiloscopista (200).

Sobre o último concurso de Escrivão e Investigador

O Concurso de Escrivão e Investigador foi composto por: Prova preambular, com questões de múltipla escolha, de caráter eliminatório e classificatório, constituída de questões objetivas, consistentes em testes de múltipla escolha, abrangendo as disciplinas do conteúdo programático; Prova escrita, de caráter eliminatório e classificatório; Comprovação de idoneidade e conduta escorreita mediante investigação social, de caráter unicamente eliminatório; Prova oral, de caráter eliminatório e classificatório; e Prova de títulos, de caráter unicamente classificatório.

A prova preambular foi aplicada no dia 10 de junho de 2018 nas seguintes regiões do Estado de São Paulo: Araçatuba; Bauru; Campinas; Presidente Prudente; Ribeirão Preto; Santos; São José do Rio Preto; São José dos Campos; São Paulo (Capital e Grande São Paulo); Piracicaba e Sorocaba. A avaliação teve duração de cinco horas.

Sobre o último concurso de Delegado

O concurso foi composto por: a) prova preambular, cuja elaboração, aplicação e processamento serão de responsabilidade da Fundação VUNESP – com questões de múltipla escolha, de caráter eliminatório e classificatório, constituída de questões objetivas, consistentes em testes de múltipla escolha, abrangendo disciplinas; b) Prova escrita, de caráter eliminatório e classificatório; c) Comprovação de idoneidade e conduta escorreita, mediante investigação social, de caráter eliminatório; d) Exame oral, de caráter eliminatório e classificatório; e) Prova de títulos, de caráter classificatório.O concurso da Polícia Civil PC/SP 2018 será composto por: a) prova preambular, cuja elaboração, aplicação e processamento serão de responsabilidade da Fundação VUNESP – com questões de múltipla escolha, de caráter eliminatório e classificatório, constituída de questões objetivas, consistentes em testes de múltipla escolha, abrangendo disciplinas; b) Prova escrita, de caráter eliminatório e classificatório; c) Comprovação de idoneidade e conduta escorreita, mediante investigação social, de caráter eliminatório; d) Exame oral, de caráter eliminatório e classificatório; e) Prova de títulos, de caráter classificatório.

A avaliação preambular avaliou o conhecimento do candidato e foi constituída de 100 (cem) questões objetivas com 5 (cinco) alternativas cada uma, abrangendo disciplinas objeto do programa definido no Anexo IV e assim distribuídas: 14 questões de Direito Penal; 14 questões de Direito Processual Penal; 14 questões de Legislação Especial; 14 questões de Direito Constitucional; 14 questões de Direitos Humanos; 14 questões de Direito Administrativo; 16 questões de Direito Civil, Medicina Legal e Noções de Informática.

A prova teve a duração de 5 (cinco) horas, não podendo o candidato ausentar-se, definitivamente, da sala de provas antes das primeiras 2 (duas) horas, sob pena de desligamento do concurso.

Concurso da Polícia Civil no RJ – Veja os preparativos

Segundo o chefe do executivo estadual, o certame contará será em torno de 180 vagas para delegado e 800 para outras funções de policial. Os dados foram transmitidos por Witzel em entrevista ao Bom dia Rio, da Rede Globo. “A Polícia Civil estava completamente desestruturada. O efetivo está hoje em um terço. Mas, estamos com concurso previsto para delegado e policial. Com isso, nós começamos a recompor a capacidade desses policiais de operar. Principalmente, a Polícia Judiciária”, disse o chefe do executivo estadual.

O Governador do Estado, Wilson Witzel, anunciou que serão abertas 1.000 vagas para corporação. Porém, o chefe do executivo ainda não autorizou formalmente em publicação no Diário Oficial. Por isso, a Polícia Civil ainda trabalha com o quantitativo liberado no Diário Oficial do ano passado pelo ex-governador Luiz Fernando Pezão. Na ocasião, ele liberou 96 vagas.

A fase de cotação de preços das bancas interessadas em organizar o certame da corporação foi encerrada. De acordo com informações da Academia de Polícia do Rio (Acadepol) do início deste ano, o processo licitatório já pode ser iniciado. Até oito empresas enviaram propostas.

De acordo com informações da Acadepol, dois processos licitatórios estão tramitando, sendo um para delegado e o outro para os demais cargos. Com isso, deverá ser escolhida uma organizadora para delegado e uma outra para os demais cargos do concurso (auxiliar de necropsia, técnico de necropsia, inspetor e perito).

Ainda sobre o número de organizadoras que procuraram a PC-RJ para organizar os concursos, a Acadepol disse que foram cerca de cinco empresas para o cargo de Delegado e em torno de sete ou oito para os demais cargos. Algumas bancas querem concorrer aos dois processos.

Após escolha da banca, a corporação vai ter 45 dias para divulgar os editais. Se as bancas forem escolhidas até maio, é bem possível que o concurso seja divulgado entre junho e julho, conforme desejo do secretário da corporação, Marcus Vinícius Braga. Em março, ele falou que “até julho todos os editais podem estar na rua”.

concurso público da Polícia Civil-RJ 2019 terá objetivo de reforçar a Segurança Pública do Estado. “A Segurança Pública continua sendo uma das prioridades do nosso governo. Sabemos que uma Polícia Civil bem aparelhada e com capacidade de investigação poderá desmobilizar o crime organizado. Os resultados estão começando a aparecer. Além de mais policiais nas ruas, a Secretaria de Administração Penitenciária está fazendo diversas vistorias nas cadeias para apreender celulares e drogas”, afirmou.

O cargo de Técnico em necropsia, de nível fundamental, e Auxiliar em necropsia, de nível médio, se fundiram e passarão a integrar um único cargo: Agente de Polícia Técnico-Científica, com exigência de nível médio.

A função de Inspetor – nível superior passará a ser chamado de Oficial de Polícia Civil. O requisito será o de nível superior em qualquer área. O cargo de Perito Legista, com exigência de nível superior em Medicina, Odontologia, Farmácia ou Bioquímica permanece com os mesmos requisitos e nomenclatura.

Por fim, o cargo de Delegado, com exigência de nível superior em Direito, agora exigirá a graduação na área com experiência de cinco anos de exercício na área criminal ou igual período de exercício no judiciário ou nas Polícias estaduais ou federais.

O cargo de Técnico em necropsia, anteriormente de nível fundamental, e Auxiliar em necropsia, de nível médio, agora será chamado de Agente de Polícia Técnico-Científica. O requisito será o de nível médio e o salário será de R$4.506,27.

Para concorrer ao cargo de Oficial de Polícia Civil será necessário nível superior em qualquer área. Os profissionais aprovados no cargo fazem jus ao salário de R$6.280,31. Por fim, a função de Médico Legista tem exigência de graduação nas áreas de Medicina, Odontologia, Farmácia e Bioquímica. O salário é de R$8.469,34.

Para concorrer ao cargo de Delegado, o candidato deverá ter nível superior em Direito, devendo apresentá-lo na data da posse, o diploma devidamente registrado e emitido por instituição reconhecida pelo Ministério da Educação. A remuneração é de R$18.747,95, já incluso o auxílio-alimentação de R$264,00.

  • Concurso: Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro (PC-RJ)
  • Banca organizadora: a definir
  • Escolaridade: fundamental, médio e superior
  • Número de vagas: 1.000
  • Remuneração: Até R$18.747,95
  • Inscrições: a definir
  • Taxa de Inscrição: a definir
  • Provas: a definir
  • Situação: AUTORIZADO
  • Saiba mais sobre o concurso.

Por Notícias Concursos