CARNAVAL 2020 – Ambulantes recebem licenças para trabalharem nos dias de folia

Economia - quinta-feira, 20/02/2020 às 09h25min
CARNAVAL 2020 – Ambulantes recebem licenças para trabalharem nos dias de folia

A Prefeitura de Porto Velho através do Departamento de Posturas Urbanas da Semusb, otimizou os trabalhos de organização, logística e ordenamento dos vendedores e vendedoras ambulantes que estão realizando diversos tipos de comércio no Carnaval 2020.

Seguindo determinação do prefeito Hildon Chaves os processos de concessão de licenças precárias para o desenvolvimento do comércio ambulante em logradouros públicos foi desburocratizado.

O objetivo do chefe do executivo municipal é de fomentar a parcela da economia informal movimentada por esses pequenos contribuintes.

Em 2019, estudos demonstraram que a economia informal avançou pelo 5º ano consecutivo no Brasil, segundo o Índice de Economia Subterrânea (IES), divulgado pelo Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial (ETCO) e pelo Ibre/FGV. A chamada “economia subterrânea” movimentou R$ 1,12 trilhão ao longo do ano – o equivalente a 17,3% do Produto Interno Bruto (PIB) do país, e semelhante ao PIB de países como Suécia e Suíça.

A proposta municipal considera ainda dar oportunidade para os munícipes, promovendo trabalho e renda durante os eventos de Carnaval, melhora da organização e estabelecimento de uma padronização dos serviços.

O Diretor do Departamento de Posturas Urbanas, Fiscal Rainey Viana, informou que aproximadamente 300 processos já estão com a tramitação em fase de conclusão, com licenças emitidas e prontas para serem entregues aos contribuintes.

“Paralelamente a esses processos concluídos, tivemos nas últimas duas semanas, uma demanda diária de 10 a 15 processos, que foram abertos para obtenção da Licença Ambulante.”, disse Rainey.

Regularização

A Prefeitura reitera aos vendedores ambulantes que tiverem interesse em trabalhar no Carnaval 2020 que busquem se habilitar junto ao Departamento de Posturas da Semusb.

“A determinação do Prefeito Hildon é de que esses processos sejam analisados de forma otimizada, e se estiverem em conformidade com o disposto nas legislações federal, estadual e municipal, que sejam emitidas, de pronto, as licenças.”, comenta Viana.

Documentos

Para regularização o contribuinte deverá apresentar a carteira de identidade, CPF, comprovante de residência, comprovante do pagamento das taxas municipais.

Caso comercializem alimentos, devem apresentar a Carteira de Saúde com validade para o período requisitado.

A legalização é feita no Departamento de Posturas Urbanas(Semusb), devendo ser concluída até a data de 26 de fevereiro, das 8h às 14h.

Multa

Quem for apanhado pela fiscalização sem a autorização será notificado e poderá ser multado em R$ 770,90; além de ter o material apreendido.

Organização

Tais medidas servem para estabelecer a ordem urbanística da cidade, e é importante que os ambulantes atentem para a regularização, pois o ideal, é que possam trabalher dentro das normas, evitando assim, problemas.

Proibido vidro

Durante o processo de monitoramento e fiscalização os comerciantes estão sendo orientados a comercializar bebidas apenas em vasilhames pet ou descartável. Ou seja, está proibida a utilização de garrafas ou copos de vidro, haja vista pacto firmado entre a Prefeitura, o Ministério Público estadual e a Secretaria de Segurança Pública.

Endereço Semusb

O Departamento de Posturas da Semusb está localizado à rua Aparício de Moraes, 3616, bairro Industrial.

Por Comdecom


Seja o primeiro a colaborar

Deixe seu comentário!

Informe seu nome
Informe seu email