Notícias de Entretenimento

Mulher que recebeu ajuda de Gusttavo Lima é acusada de enganar cantor

Postado em 27/11/2018 às 11h48min


Mulher que recebeu ajuda de Gusttavo Lima é acusada de enganar cantor

A história de Joyce Alvarenga comoveu o público no último fim de semana quando ganhou do cantor Gusttavo Lima R$ 12 mil para comprar uma cadeira de rodas para o filho Brenno, 14 anos, diagnosticado com tetraplegia. No entanto, após a divulgação do caso, a mulher começou a ser vítima de ataques e acusações na internet. Vários usuários disseram que Joyce era “aproveitadora”, “safada” e “pilantra”.

A maior parte das acusações contra Joyce citaram o caso de abuso sexual de menores, que ocorreu em setembro de 2015, no qual o marido de Joyce — e padrasto de seus filhos à época — foi condenado e indiciado por tortura e estupro de vulnerável. Joyce também foi presa e perdeu a guarda dos filhos temporariamente após a repercussão do caso.

De acordo com as investigações feitas pela entidade de proteção infantil e os exames do Instituto Médico Legal (IML), os filhos de Joyce eram torturados e sexualmente abusados e mantinham tudo em segredo a pedido da mãe. Em depoimento, Joyce negou ter conhecimento das agressões, porém ainda assim foi indiciada por negligência.

Pelo Facebook, a mãe respondeu às acusações. “Bom, não tenho que dar explicações. Eu sei da verdade, tenho minha inocência provada e todos os meus filhos comigo. A campanha é Todos pelo Brenno e não pela Joyce. Vá trabalhar, lute pelo seus objetivos e não fique se rasgando por não ser como eu”, disse Joyce.

Ainda nas redes sociais, a mulher fez um vídeo ao vivo esclarecendo tudo sobre a verba que receberá de Gusttavo Lima. “As pessoas estão dizendo pela internet que estou rica agora que ganhei os R$ 12 mil, mas não recebi o dinheiro”, relatou Joyce. Segundo ela, quando tentou contato com o produtor do artista, foi informada que seria feita uma busca por uma cadeira de rodas mais barata. A equipe do cantor disse que só depositaria a doação após 30 dias de pesquisa.

Ao agradecer o cantor por ter se comovido e escutado sua história, Joyce aproveitou para criticar a falta de educação com que foi tratada pelos seguranças do show. “Muito obrigada pela atenção que me deu, Gusttavo, mas a sua equipe é muito mal educada. (…) Por três vezes, tentaram tirar minha pulseira e me expulsar do show, onde eu estava com uma camiseta do Brenno e vendendo os copos dele.”

A assessoria de imprensa do cantor Gusttavo Lima foi procurada pelo Metrópoles, mas, até a última atualização da reportagem, não se manifestou sobre o caso.

Por Metropoles