Search
Close this search box.
Publicidade
EcoRondônia

Brasil não consegue fazer frente aos EUA e fica com prata no vôlei

Americanas bateram a Seleção Brasileira feminina por três sets a zero e conquistaram o ouro olímpico
Publicidade

Após o vôlei masculino ter feito um jogo irregular e ter perdido o bronze contra a Argentina na madrugada de sexta para sábado (7/8), as mulheres da Seleção também perderam seu confronto contra os Estados Unidos na madrugada deste sábado para domingo.

As americanas, favoritas, número 1 no ranking da FIVB, não tomaram conhecimento das brasileiras e conquistaram o ouro olímpico com uma vitória por 3 sets a zero, com grande atuação de Bartsch, maior pontuadora do duelo.

Publicidade

A vitória é uma “vingança” americana contra a Seleção Feminina que conquistou seus dois ouros Olímpicos, em Pequim-2008 e Londres-2012, justamente em cima dos Estados Unidos.

O 1º set começou com domínio americano. No entanto, apesar do começo irregular e dos erros brasileiros no passe e no saque, a Seleção de Zé Roberto manteve o placar próximo e conseguiu entrar no jogo. As boas atuações de Bartsch e Larson conseguiram manter os Estados Unidos à frente e fechar o set por 25 x 21.

O 2º set parecia seguir dinâmica semelhante, com os Estados Unidos dominando as ações e o Brasil errando muito novamente e se vendo em grande desvantagem. Com uma boa sequência, entretanto, a Seleção voltou a encostar no placar diminuindo uma diferença que chegou a oito pontos para três. Só que, novamente, a exemplo do set inicial, o esforço brasileiro foi vazio e insuficiente, e as adversárias abriram 2 x 0 no duelo, com uma vitória por 25 x 20.

Para finalizar a partida, o Brasil, nervoso, não teve poder de reação e viu, novamente, os Estados Unidos abrirem vantagem no 3º set e, assim, garantir o ouro olímpico, pelo placar de 25 x 14.

Anúncie no JH Notícias