Search
Close this search box.

Campeonato Rondoniense Sub-20 tem participação de três equipes de Porto Velho

Os três clubes do interior que haviam confirmados participação desistiram da disputa da competição.
Publicidade

A diretoria de competições da FFER divulgou nesta terça-feira, 25/06, os detalhes do Campeonato Rondoniense Sub-20, com início para o dia 20 de julho, com a participação de três equipes, todas da capital, Porto Velho.

Os três clubes do interior, Rolim de Moura E C, de Rolim de Moura; S E União Cacaolense, de Cacoal e E C Sant German, de Ji-Paraná que haviam confirmados participação desistiram da disputa da competição.

Publicidade

O campeonato será disputado pelo S. C. Genus, Rondoniense Social Clube e Gazin Porto Velho Esporte Clube, no sistema de pontos corridos, em jogos de ida e volta, sagrando-se campeão o time que obtiver o maior número de pontos ganhos ao final da disputa, o vice-campeão o que terminar na 2ª colocação.

O campeão ganha o direito a vaga na Copa São Paulo de Futebol Junior 2025, o vice-campeão também garante vaga na copinha, caso a FPF disponibilize a segunda vaga.

COPA DO BRASIL SUB-20

Como o número de participantes não atende aos critérios da CBF para disponibilização da vaga na Copa do Brasil Sub-20, que seria, a competição com mínimo de 6 (seis) clubes, e quatro da divisão principal (profissional), o campeão só será contemplado se a CBF homologar o estadual, e/ou disponibilizar a vaga nacional.

DA CONFIRMAÇÃO PARA O SUB-20   

As inscrições para a competição iniciaram no dia 30 de abril e se encerraram no dia 17 de maio, quando confirmaram participação as equipes do Gazin Porto Velho, Rondoniense, Genus, Sant German, Rolim de Moura e União Cacoalense, porém após uma semana ao fim do prazo de confirmação, alguns dos clubes impuseram condição que a competição deveria ser realizada dividida em dois grupos, com os três do interior e outro grupo com os três da capital, no formato de jogos apenas de ida e dentro de cada grupo, classificando para a final o primeiro colocado de cada grupo. (sem jogos de volta, nem semifinal)

“Alguns clubes impuseram esse formato de disputa como condição para continuar na competição. A proposta prejudicaria o nível técnico e a qualidade da competição, já que o Rondoniense Sub-20 é a competição de transição entre categoria de base e profissionalismo e muitos jogadores que atuam no sub-20 já participaram de competições profissionais, como tivemos um exemplo recente com o time do Barcelona de Rondônia vice-campeão estadual com vários atletas entre os titulares com 20 anos ou menos, e a FFER tem preocupação e prioriza o Sub-20,” destacou Almir Belarmino, diretor de competições da FFER.

Ainda conforme o diretor do DCO, dessa forma, por ser uma competição importante, que garante vagas na Copa São Paulo de Futebol Júnior, maior competição de base da América Latina, o DCO sugeriu que a competição fosse no formato dos clubes divididos em dois grupos, com jogos de ida e volta, classificando os dois melhores de cada grupo para as semifinais e finais, com jogos de ida e volta. Outra proposta, teria dois grupos de três clubes, com jogos apenas de ida classificando-se os dois melhores colocados de cada grupo para as semifinais e final com jogos de ida e volta, o que não teve aceite de alguns clubes.

CONDIÇÃO DE JOGO PARA ATLETAS

A competição também seguirá a mesma condição do ano passado, em razão de não ter 2 anos no formato, com inscrições de atletas liberado, podendo o clube contratar jogadores de outros estados, “importar” quantos desejarem dentro dos critérios que prevê o RGC/FFER e o RNRTAF. Atletas nascidos a partir de 2004.

Anúncie no JH Notícias