Search
Close this search box.

“É o melhor para o clube no momento”, diz presidente do Vilhenense sobre desistência

Publicidade

O Vilhenense confirmou desistência da reta final do Campeonato Rondoniense 2020. Em entrevista a Folha do Sul Online, o presidente do Leão do Cone Sul, Waldir Kurtz, elencou os motivos que levaram o dirigente a oficializar o pedido junto à FFER (Federação de Futebol do Estado de Rondônia).

De acordo com o dirigente, foi levantada a possibilidade de término da primeira fase antes da paralisação do Estadual. “Faltavam apenas três rodadas, minha ideia era jogar quarta/domingo/quarta, e estaria concluída a primeira fase; não me ouviram”, lamentou.

Publicidade

Sobre o retorno apenas em novembro, Waldir Kurtz revelou que o clube desmanchou o elenco e comissão técnica em virtude dos gastos. “A Federação (de Futebol do Estado de Rondônia) marcou para novembro o retorno do estadual, mas que garantias nós temos de que tudo isso tenha acabado até lá?”, questionou o dirigente.

Segundo Waldir Kurtz, a decisão foi tomada de forma serena, buscando o melhor para o Vilhenense. “Minhas decisões são sempre tomadas com base em muita análise, e eu sei que isso é o melhor para o clube neste momento”, encerrou.

Antes da paralisação, o Vilhenense liderava o grupo B do Estadual com 14 pontos, porém com a desistência da equipe garantiu a classificação antecipada do Ji-Paraná, na liderança, e do União Cacoalense, na vice-liderança, para a fase semifinal.

Anúncie no JH Notícias