“União Cacoalense precisará de um período de adaptação”, diz Norton Cassol

Esporte - sexta-feira, 03/07/2020 às 09h05min
“União Cacoalense precisará de um período de adaptação”, diz Norton Cassol
Imagem .GIF que ilustra campanha publicitária do Governo de Rondônia ao combate contra o Coronavírus.

O preparador físico Norton Cassol revelou ao Futebol do Norte que os jogadores do União Cacoalense precisarão de um período de adaptação visando a reta final do Campeonato Rondoniense 2020, que está prevista para ocorrer no mês de novembro.

“Primeiramente falando destes mais de 100 (cem) dias inativos, necessário um período de adaptação, pois um atleta não é uma máquina que aperta um botão e volta a funcionar. O corpo humano não funciona assim. Tudo que foi falado dos atletas estarem treinando em suas casas, como vimos por aí neste período é uma maneira de manter o corpo saudável com um condicionamento físico. Mas é bem diferente de ter uma preparação física para competir em alto nível”, destacou.

Para Norton Cassol, a paralisação do futebol fará com que o atleta possa retomar as atividades presenciais aos poucos. “Em meu ponto de vista necessitamos de três ou quatro semanas com treinos específicos para a praticar de futebol, para poder deixar um futebolista ao ponto de estar apto outra vez para competir e prevenir as lesões. Temos o exemplo do futebol alemão que regressou e na primeira rodada tiveram oito lesões musculares, por não dar um tempo adequado para a readaptação dos atletas”, acrescentou.

Os jogadores do União Cacoalense irão retomar as atividades no momento em que se apresentarem para os trabalhos na preparação visando a reta final do Estadual. “Num primeiro momento estávamos monitorando e treinando de forma individual os atletas, mas, a partir da oficialização do congelamento do torneio até novembro, os atletas foram liberados para regressarem as suas casas”, frisou.

De acordo com Norton Cassol, o trabalho na primeira parte do Estadual foi bem executado pela comissão técnica e diretoria do clube. “Quando definimos nossa ida em novembro de 2019, estipulamos metas bem claras do que iríamos fazer e em dezembro já estava em Cacoal para auxiliar no desenvolvimento da logística e planejamento do clube. Foi algo que começamos do zero até a chegada dos atletas no início de janeiro de 2020. Foi uma excelente experiência, por ser a primeira vez que trabalho em Rondônia”, pontuou.

O preparador físico ainda ressaltou que o União Cacoalense voltou a ser respeitado dentro de Rondônia e já atingiu . “O União Cacoalense já é uma realidade no cenário do futebol Estadual, depois de um longo período sem ser protagonista no estado. Conseguimos estar nas semifinais do Campeonato Rondoniense. Esta era a primeira meta, agora é ser campeão para ter espaço para disputar a Série D (do Campeonato Brasileiro) e Copa do Brasil em 2021 para ir introduzindo o Cacoal no cenário nacional. Como meta pessoal é deixar uma marca de poder auxiliar o desenvolvimento do esporte na cidade que vai além de ter um clube de futebol forte no município”, encerrou.

O União Cacoalense ficou com a vice-liderança do grupo B do Campeonato Rondoniense 2020 com 21 pontos. Agora, a Raposa da BR aguarda a definição do seu adversário na semifinal do Estadual.

Por Futebol do Norte


Seja o primeiro a colaborar

Deixe seu comentário!

Informe seu nome
Informe seu email