Siga nossas redes sociais

Quarta-feira, 14/04/2021

Banner da Assembleia Legislativa de Rondônia sobre a campanha de combate à Pandemia.

Mundo

Cliente pede almoço por aplicativo e recebe comida cheia de merda, “já tinha comido metade do prato”

Segundo o gerente do restaurante, ele tem “100% de certeza” de que a contaminação não veio de seu estabelecimento. Já um porta-voz do aplicativo de comida disse que “o Uber Eats leva muito a sério qualquer denúncia desse tipo e está investigando o incidente”.

Banner do Governo de Rondônia sobre a campanha de combate à Pandemia.

Wil Burtenshaw, de 25 anos, pediu comida por um aplicativo de entregas e foi surpreendido com uma sacola cheia de fezes, na Inglaterra.

Segundo informações do jornal britânico The Sun, o cliente já havia comido mais da metade do prato quando notou a presença do ‘tempero”. Wil havia pedido uma canja de galinha no último domingo (06), pelo aplicativo da Uber Eats, em um de seus restaurantes preferidos na cidade de Bristol.

Ele já havia comido mais da metade da refeição quando notou uma mancha marrom na sacola. “Tenho 100% de certeza de que eram fezes humanas”, disse Wil ao The Sun.

Indignado com a situação, o cliente decidiu cheirar o plástico, concluindo que era cocô que estavam ali. Após o episódio, o homem passou mal e está de repouso.

“Só Deus sabe o que este motorista estava pensando. É como se ele tivesse decidido usar o banheiro e não houvesse papel higiênico. Então, decidiu usar a sacola plástica”, relatou o homem.

Segundo o gerente do restaurante, ele tem “100% de certeza” de que a contaminação não veio de seu estabelecimento. Já um porta-voz do aplicativo de comida disse que “o Uber Eats leva muito a sério qualquer denúncia desse tipo e está investigando o incidente”.

Prefeitura de Porto Velho, campanha: Caminho-Covid-19

Por CM7

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade Prefeitura de Porto Velho, campanha: Caminho-Covid-19
Publicidade Banner da Assembleia Legislativa de Rondônia sobre a campanha de combate à Pandemia.
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais em Mundo

Banner Governo de Rondônia sobre a campanha de combate à Pandemia.