Siga nossas redes sociais

Quinta-feira, 11/08/2022

JH Notícias

GOV RO - QUEIMADAS 2022 - JUNHO - IN JH NOTÍCIAS

Polícia

Acusada de esquartejar jovem e fugir para RO será transferida para o Acre

Entenda o crime:

WhatsApp

A acusada de participar do sequestro, julgamento e esquartejamento de uma garota na periferia de Rio Branco e que foi presa pela PM em Porto Velho na semana passada, deverá ser transferida para a capital acreana, onde aguardará julgamento presa. Thaís da Silva Dutra, a “Japinha” tem prisão preventiva decretada pela justiça do Acre.

Thaís é acusada de ocultar o cadáver da vítima, Sandra Lima de Souza, de apenas 21 anos, que foi sequestrada quando participava de uma festa no bairro Belo Jardim. Além de “Japinha”, estão envolvidos no caso Carlos Eduardo da Silva Paiva, Janaína Oliveira da Silva, a “Jana”, Rafael da Silva Veras, o “Sabotagem” e José de Souza Ferreira, o “De Menor”. Todos estão presos aguardando julgamento.

O caso

Na noite do dia 5 de abril do ano passado, os indiciados descobriram que Sandra Lima, que tinha vindo da zona rural morar com o irmão no Belo Jardim, pertencia a uma facção rival e a sequestraram quando esta participava de uma festa.

Levada para uma casa da Rua Apurinã, do Bairro Belo Jardim, a garota foi julgada e condenada à morte pelo tribunal do crime. Executada a facadas, teve o corpo esquartejado e jogado no leito do Igarapé Judia. Presos dias após o crime, três dos envolvidos confessaram a participação e disseram onde jogaram o cadáver de Sandra, que não foi resgatado até o momento. O delegado Marcos Cabral foi o responsável pelo inquérito e comandou as investigações que elucidaram o caso.

Governo de Rondônia - Covid - Influenza
Governo de Rondônia - Covid - Influenza

Curtiu? Siga o JH NOTÍCIAS no Facebook, Instagram e no Twitter.

Entre no nosso Grupo do WhatsApp e receba as últimas notícias de Rondônia.

Por Rondoniagora

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais em Polícia