Search
Close this search box.
Publicidade

ALTA VELOCIDADE – Empresário foge após colidir caminhonete em muro

Conforme os relatos iniciais, a picape, que supostamente estava sendo dirigida por um empresário do ramo de revenda de veículos, transportava cinco pessoas, incluindo um jovem e três garotas
Publicidade

Um incidente ocorrido na noite de domingo, (12), abalou a região central de Vilhena, quando uma picape Toyota Hilux, em alta velocidade, colidiu com o muro do conhecido Pool Club Zona Sul, deixando um rastro de destruição e provocando pânico entre os residentes locais. O acidente, capturado em vídeos que rapidamente se espalharam pelo WhatsApp, revelou não apenas a violência do impacto, mas também uma série de circunstâncias perturbadoras.

Conforme os relatos iniciais, a picape, que supostamente estava sendo dirigida por um empresário do ramo de revenda de veículos, transportava cinco pessoas, incluindo um jovem e três garotas, que aparentemente eram menores de idade. A tragédia poderia ter sido ainda mais grave, não fosse o fato de que nenhum dos ocupantes sofreu ferimentos graves no incidente.

Publicidade

O vídeo, capturado por uma câmera de monitoramento, mostra a Hilux em alta velocidade descendo a rua Porto Velho antes de colidir violentamente com o muro do clube, onde ficou “enganchada”, deixando um cenário de caos e destruição. Testemunhas no local relatam que o motorista, aparentemente sob influência de álcool, fugiu do local, abandonando o veículo e seus ocupantes.

A polícia, agora, trabalha para identificar o responsável pelo acidente, com base na placa do veículo deixado para trás. A investigação promete revelar detalhes sobre o incidente, bem como a possível responsabilização do condutor pelos seus atos.

Enquanto isso, a comunidade local expressa indignação diante do comportamento irresponsável e perigoso que colocou vidas em risco, especialmente a presença de menores no veículo envolvido. A busca pela verdade e justiça continua em Vilhena, com a esperança de que situações como essa não voltem a se repetir, e que os responsáveis sejam devidamente responsabilizados pelos seus atos.

Combate Clean Anúncie no JH Notícias