Search
Close this search box.

ARAUTO – Operação mira esquema de corrupção envolvendo vereadores e servidores

Dentre os locais de busca, além da residência dos investigados, a sede da Câmara de Vereadores foi alvo de medida.
Publicidade

A 2ª Delegacia de Repressão ao Crime Organizado de Cacoal deflagrou na manhã desta sexta-feira (27), a Operação Arauto, que visa desarticular um grupo criminoso atuante na cidade de Ji-Paraná, que tinha como principal finalidade se beneficiar do dinheiro pertencente ao erário público, mediante a prática dos crimes de corrupção ativa, passiva, extorsão, tráfico de influência e lavagem de dinheiro.

Dentre os investigados, estão servidores públicos municipais de Ji-Paraná e dois vereadores do município.

Publicidade

Segundo as investigações, o grupo atuava em verdadeiro contrabando legislativo, visando articular a aprovação de projeto de lei municipal com a finalidade de pagamento de precatórios. Em contraprestação, partes dos valores de honorários e sucumbência dos advogados das ações, seriam repassadas aos investigados e vereadores envolvidos.

Foram cumpridos, 14 medidas cautelares, dentre elas, quatro prisões temporárias, 6 mandados de busca apreensão e 4 afastamentos cautelares da função pública.

Dentre os locais de busca, além da residência dos investigados, a sede da Câmara de Vereadores de Ji-Paraná foi alvo de medida.

Segundo o Delegado-Geral de Polícia Civil Samir Fouad Abboud, essa é mais uma ação da Polícia Civil de Rondônia no combate ao crime organizado com ênfase em crimes contra administração pública.

Anúncie no JH Notícias