Caminhoneiro é assassinado com tiro na nuca em pátio de Posto

Polícia - terça-feira, 28/01/2020 às 08h21min • Atualizado 09h53min
Caminhoneiro é assassinado com tiro na nuca em pátio de Posto
Imagem .GIF que ilustra campanha publicitária do Governo de Rondônia ao combate contra o Coronavírus.

Um caminhoneiro identificado como Emerson Valdir Mattes, de 44 anos, foi executado com vários a tiros na tarde dessa segunda-feira (27) no pátio do posto de combustíveis Parada Grande, saída de Vilhena para Cuiabá (MT). Ele era morador do bairro Bela Vista, em Vilhena.

Detalhes do crime dão conta de que uma testemunha teria revelado que a vítima, conhecida como “Bugalo”, estava de cabeça baixa e não viu quando o assassino se aproximou. O autor da execução havia descido de um VW Gol preto, com uma camisa improvisada como capuz e um óculos escuro cobrindo o rosto.

Conforme um policial, o assassino errou quatro dos seis tiros disparado contra a vítima. O penúltimo disparo atingiu o caminhoneiro no braço e, quando ele caiu, o homicida disparou na nuca o tiro que o matou.

Emerson, segundo as investigações iniciais, havia sido contratado, na semana passada, para trabalhar em uma Fazenda no distrito de Novo Plano, pertencente a Chupinguaia. O caminhão em que ele estava havia sido adquirido recentemente em Santos, cidade praiana de São Paulo, onde reside o dono da propriedade.

A Polícia tenta obter imagens de câmeras instaladas próximas à oficina onde aconteceu o crime. Os vídeos podem ajudar a identificar o carro usado na ação, mesmo o veículo estando sem placas, o que revela que o assassinato teria sido premeditado.

Por Folha do Sul