Notícias de Polícia

Detento é morto com mais de 30 perfurações dentro de Presídio

Postado em 29/01/2019 às 09h12min


Detento é morto com mais de 30 perfurações dentro de Presídio

O detento Fabiano Andreotti de Souza(30) foi morto com aproximadamente 30 perfurações dentro do presídio localizado na Linha C-70 na área rural do município de Ariquemes. O crime aconteceu na manhã desta segunda-feira(28),  ele cumpria pena pelo desaparecimento da família Gonzales. O condenado por comandar o grupo criminoso foi identificado como Luizão (pai de Fabiano), sendo que ele foi executado a tiros no dia 16 de outubro de 2017, na cabeceira da ponte do Rio Jamari.

O CASO

O crime pelo qual Fabiano havia sido condenado ocorreu no dia 29 de julho de 2012, no Km-15, da Linha C-25, no município de Monte Negro, e resultou nos assassinatos de Agnaldo da Silva Gonzales, de 42 anos, Gleiciane Amaral Teatoni, de 26 anos e Matheus Amaral Gonzales, de 05 anos (Filho do casal). O crime ficou conhecido como o ‘Sumiço da Família Gozales'(foto), devido os corpos nunca terem sido encontrados.

Nesse dia, Fabiano e outros comparsas usando de ameaças e violência contra as vítimas e tinham como objetivo se apropriar da fazenda da família. Um veículo camionete Fiat/Strada Adventure, placa NCE-4139, cor bege, celulares, documentos pessoais, fotografias das vítimas e uma arma de fogo foram roubados pela quadrilha durante a ação, sendo que o carro totalmente queimado foi localizado pela polícia dias após o sumiço da família em uma área de mata próxima a um acampamento de Sem-Terra na zona rural de Monte Negro.

João Luiz de Souza, vulgo “Luizão” foi condenado a 37 anos e 02 meses de reclusão e 58 dias-multa. Somando as penas de todos os integrantes da quadrilha, a condenação passa de 150 anos de prisão.

Por Ariquemes190