Search
Close this search box.

Em Ji-Paraná, PRF prende dois homens por tráfico de drogas em ônibus interestadual

Prejuízo aos criminosos é de quase R$ 1 milhão.
Publicidade

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Rondônia, na noite da última quarta-feira (8), realizando comando estático de fiscalização de trânsito na BR 364, Km 352, em frente à Unidade Operacional da PRF, no município de Ji-Paraná, interceptou dois passageiros, de 34 e 36 anos, que viajavam em um ônibus, itinerário Porto Velho/RO X Brasília/DF, transportando tabletes de cloridrato de cocaína.

Ao adentrar no ônibus, nossos policiais perceberam que um dos homens havia se deslocado da poltrona de numeração 43 para a 27, enquanto que o outro permaneceu no assento de número 33. Após verificação, observou-se que ambos estavam acomodados em locais diferentes dos que constavam nas respectivas passagens. Dando continuidade à abordagem, os dois admitiram estar viajando juntos, mas apresentaram diversas respostas divergentes entre si.

Publicidade

Posteriormente, foram encontrados 5 Kg de cloridrato de cocaína no interior dos estofados das duas poltronas condizentes aos bilhetes. Após a descoberta, os infratores confessaram a autoria pelo ilícito e afirmaram que entregariam a droga em Goiânia/GO. Um dos detidos disse aos policiais que recebeu apenas a passagem e a alimentação, e que o pagamento pelo transporte seria feito apenas no destino final, contudo não sabia informar o valor exato.

A droga foi encaminhada à Polícia Judiciária para destruição. Os criminosos também foram conduzidos à Autoridade Policial, permanecendo à disposição do Poder Judiciário

Conforme estimativa da Polícia Rodoviária Federal, o quilo da droga ilícita está avaliado em R$ 180.000,00. O prejuízo estimado aos criminosos é de R$ 900 mil.

Rondônia não produz cocaína, mas é um dos estados que faz fronteira com a Bolívia (um dos três países com maior produção da droga no mundo), tornando o nosso território um dos corredores de escoamento da produção andina, que é destinada ao rentável mercado europeu. Nesse cenário, esta apreensão representa mais um duro golpe ao crime organizado do tráfico internacional de drogas.

Anúncie no JH Notícias