Terca-Feira, 22 de Outubro de 2019

Notícias de Polícia

Operação da Polícia Civil em Rondônia investiga cobrança por cirurgias realizadas pelo SUS

Postado em 28/06/2019 às 08h20min


Operação da Polícia Civil em Rondônia investiga cobrança por cirurgias realizadas pelo SUS

A Delegacia de Repressão a Ações Criminosas Organizadas (Draco), deflagrou na manhã desta quinta-feira (27), a primeira fase da operação “Mercadores da Saúde”, que apura denúncia de que agentes que atuam ou atuaram no Pronto Socorro João Paulo II e Hospital de Base, e em uma clínica particular de Porto Velho, teriam se aliado para cobrarem indevidamente por cirurgias realizadas através do Sistema Único de Saúde (SUS).

Investiga-se também, o suposto desvio de medicamentos e materiais das duas unidades hospitalares, com propósito de atender demanda de clínica particular, gerando enriquecimento indevido dos administradores da empresa privada, em detrimento do patrimônio público.

Foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão, um deles no próprio Hospital de Base e em duas clínicas particulares em Porto Velho. Também foi dado cumprimento a ordem judicial que determinou o afastamento de um servidor do Hospital de Base, além da restrição de acesso a dois investigados em relação às unidades mencionadas.

O inquérito policial corre sob sigilo, contudo. A Polícia pede a população que informe, via 197, ou na própria sede da Draco, situada na rua Benjamin Constant, 2006, bairro São Cristóvão, nesta Capital, caso tenha conhecimento de pessoas que foram coagidas ou aliciadas a pagarem por cirurgias realizadas através do SUS, tendo ou não concretizado o procedimento cirúrgico.

Por Redação