Search
Close this search box.
Publicidade

OPERAÇÃO SHIELD – Polícia Civil desmantela plano de sequestros e atentados em Rondônia

O objetivo principal é desmantelar essa Organização Criminosa e impedir a concretização de qualquer plano de sequestro ou atentado contra a vida de servidores do Estado.
A Polícia Civil, por meio da DRACO2, lançou hoje a Operação Shield para enfrentar suspeitos ligados a uma Organização Criminosa, acusada de planejar sequestros e atentados contra a vida de autoridades, incluindo juízes, promotores e funcionários públicos de órgãos como o IDARON. Foram realizadas oito medidas cautelares de buscas e apreensão nos municípios de Nova Mamoré, Buritis, Campo Novo, Jaru e Tarilândia, a fim de desarticular o plano delitivo.
Até o presente momento duas pessoas foram presas e armas de fogo apreendidas.

De acordo com as investigações, há evidências de que a Organização Criminosa já teria angariado recursos significativos para executar esses planos, inclusive com valores pré-determinados por vítimas, tendo iniciado o levantamento de dados sobre os possíveis alvos. A ação coordenada pelos Delegados Rondinelly Moreira, Fred Matos e Roberto dos Santos da DRACO2/DEI, contou ainda com apoio operacional da CORE, unidades da polícia civil de Jaru e Nova Mamoré, além do GAECO/MP.
O objetivo principal é desmantelar essa Organização Criminosa e impedir a concretização de qualquer plano de sequestro ou atentado contra a vida de servidores do Estado. O nome “Shield” (escudo, em português) representa a atuação da Polícia Civil como defensora contra práticas que buscam desestabilizar o Estado Democrático de Direito e o funcionamento dos Poderes do Estado.

Publicidade

Segundo o Dr. Samir Fouad Abboud, Delegado Geral da PC, “qualquer ataque às instituições democráticas ou poderes do Estado será enfrentado pela Polícia Civil com o rigor da lei”.

Publicidade
Combate Clean Anúncie no JH Notícias