Siga nossas redes sociais

Sexta-feira, 28/01/2022

JH Notícias

Sphera Engenharia - Empresa de Construção e Reformas em Porto Velho - Rondônia

Polícia

Polícia Civil deflagra operação em combate à lavagem de dinheiro e comércio ilegal de armas de fogo em Porto Velho-RO, Buritis-RO e Manaus-AM

Os desvios ultrapassam a ordem de 5 milhões de reais.

WhatsApp
Banner publicitário da Prefeitura de Porto Velho - IPTU 2022

A Delegacia de Repressão à Lavagem de Dinheiro (DRLD) deflagrou na manhà desta sexta feira (17) a fase ostensiva da Operação Avaritia, para cumprimento de 13 (treze) medidas cautelares de busca e apreensão em residências e empresas nas cidades de Porto Velho, Buritis/RO e de Manaus/AM.

A operação contou com o apoio do
Departamento de Estratégia e Inteligência
DEI, da Delegacia de Repressão ao Crime
Organizado – DRACO – e da Delegacia de
Combate à Corrupção – DECOR, além de
unidade da Polícia Civil localizadas em Buritis/RO e da Delegacia Especializada em Combate à Corrupção – DECCOR, do Amazonas.

A ação é resultado da investigação da pratica
de lavagem de dinheiro proveniente da
comercialização ilegal de armas e de
munições.

Trata-se de investigação policial que decorre
de provas colhidas em inquérito policial da
DRACO no qual restou consubstanciada a
prática da comercialização ilegal de armas de
fogo e de milhares de munições por pelo
menos 04 empresas ligadas ao mesmo
empresário.

Agora, os policiais civis investigam se houve
ocultação ou dissimulação da natureza,
origem, localização, disposição, movimentação ou propriedade de bens, direitos ou valores provenientes, direta ou indiretamente, daquela prática delitiva e as medidas cautelares cumpridas nesta data foram deferidas com esta finalidade.

Cálculos preliminares indicaram que 2.184.921(dois milhões cento e oitenta e quatro mil novecentos e vinte e uma munições de diversos calibres teriam sido comercializados de forma ilegal ao longo dos últimos anos, fomentando pela via indireta a prática de crimes e o anonimato dos seus autores.

As estimativas iniciais indicam que esta venda ilegal resultou em faturamento na ordem de R$5.287.865,35 (cinco milhões duzentos e oitenta e sete mil oitocentos e sessenta e cinco reais e trinta e cinco centavos) que, por suavez, por também não terem sido regularmente declarados, podem ter ter ensejado a prática de crimes tributários.

Outros elementos de prova até agora
amealhados indicam a realização de negócios jurídicos simulados e utilização de ‘laranjas’ para a ocultação e dissimulação de valores.

Banners da campanha da segunda dose da vacina do Governo de Rondônia

Os vestígios coletados a partir das buscas auxiliarão na apuração dos fatos, a que se somará a utilização de outras técnicas especiais de investigação.

O nome dado à operação, Avaritia, está
relacionado à avareza humana e faz
alusão ao modo de ser e de se
comportar de pessoas que cobiçam a
acumulação de riquezas sobre todas as
outras coisas

Curtiu? Siga o JH NOTÍCIAS no Facebook, Instagram e no Twitter.

Entre no nosso Grupo do WhatsApp e receba as últimas notícias de Rondônia.

Por JH Notícias

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Publicidade Banner publicitário da Prefeitura de Porto Velho - IPTU 2022
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais em Polícia

Compartilhe esta notícia: