Segunda-Feira, 27 de Janeiro de 2020

Notícias de Polícia

Polícia estoura boca-de-fumo e encontra crianças vivendo em condições sub-humanas

Postado em 13/12/2019 às 09h45min


Polícia estoura boca-de-fumo e encontra crianças vivendo em condições sub-humanas

Na tarde de ontem, quinta-feira, 12, a polícia efetuou prisões em uma casa que era usada como ponto de tráfico de entorpecentes, no bairro Jardim Primavera, em Vilhena. No local, além dos envolvidos no crime, moravam também duas crianças, uma de 3 anos e outra 10 dias.

A polícia chegou à residência após receber denúncias de que lá era um ponto de venda de drogas. Enquanto estava nas proximidades, um rapaz de 18 anos saindo da casa foi abordado ao demonstrar uma atitude suspeita. No bolso dele foram encontradas três gramas de maconha que ele assumiu ter comprado do morador.

O suspeito de tráfico, um homem de 25 anos que já tem diversas passagens pela polícia, estava na área externa no imóvel, junto com outro rapaz de 19 anos. Com o mais velho a polícia localizou a quantia de R$ 157, e com o mais novo, um grama de maconha.

No local ainda foi encontrado um tablete de maconha de cerca de 90 gramas, que estava escondido dentro da bolsa de uma recém-nascida. Os policiais também encontraram, no quintal, uma bicicleta que o rapaz de 18 anos assumiu ter comprado de um usuário de drogas por R$ 300 e trocado com o dono da casa por droga.

Os policias localizaram ainda um notebook, cinco celulares e também uma caixinha de som. Nenhum dos produtos tinha nota fiscal.

Além disso, duas crianças moravam no local: uma menina de 3 anos, e outra de 10 dias. As condições de vida em que foram encontradas são consideradas sub-humanas, já que a casa é insalubre a até mesmo um cachorro morto estava perto da porta da cozinha. Em todo o tempo as menores acompanhavam a rotina do tráfico e conviviam com usuários. Por isso, o Conselho Tutelar foi acionado.

Os envolvidos foram levados para a Unisp (Unidade Integrada de Segurança Pública) e devem responder por tráfico de entorpecentes, posse/porte/uso, e também por receptação.

Por Folha do Sul