Search
Close this search box.
Publicidade

Polícia Militar lança operação Vigilare para a segurança do cidadão

A operação tem início no dia 5 de dezembro de 2022, estendendo-se até 5 de janeiro de 2023, em todo Estado.
Publicidade

Com as proximidades das festas de final de ano, o Governo do Estado de Rondônia, por meio da Polícia Militar, dá início a Operação Vigilare, com objetivo de resguardar o pleno exercício dos direitos das pessoas, bem como prevenir ou reprimir ações delituosas e elevar o nível de segurança pública para a população, sobretudo, durante as compras e atividades festivas do Natal e Ano Novo. A operação tem início no dia 5 de dezembro de 2022, estendendo-se até 5 de janeiro de 2023, em todo Estado.

Neste período ocorre substancial aumento da circulação de pessoas nos centros urbanos, sobretudo, no shopping, áreas de comércio em geral e áreas públicas, haja vista o incremento de recursos que é feito na economia estadual, por meio do pagamento da 2ª parcela do 13º salário que, somado ao aumento de circulação de capital acabam perfazendo atrativo para criminosos e oportunistas. Visando guarnecer o cenário de aumento do ativo circulante (moeda) e face às demais demandas de crimes em geral, a Polícia Militar de Rondônia, estará implementando por meio de seus Comandos Regionais e Especializado (CRPs/CPE), a Operação Vigilare.

Publicidade

A operação, segundo o Porta-Voz da Polícia Militar de Rondônia, tenente-coronel PM Alex Miranda, foi estruturada em torno de dois eixos principais: zona habitacional e turística e zona comercial. Este, situado nos pontos de aglomeração de pessoas e locais de festejos. Como se sabe nas festas de final de ano, em especial, o consumo, o volume de ativo circulante (moeda) e o indulto de apenados, há um aumento na oportunidade da prática delitiva sendo refletida nos números estatísticos criminais.

Para isso, é necessária uma intensificação na visibilidade direcionada em locais que concentram grandes números de crimes, de forma a melhorar o nível de segurança pública nas áreas de comércio e de circulação de pessoas com propósito de permitir maior tranquilidade ao cidadão.

Zonas habitacionais

Tendo em vista as viagens de férias de boa parte da população, bem como significativa parte das residências ficam fechadas, sem nenhum ocupante, tornando-se alvo de criminosos oportunistas, deste modo, há necessidade de policiamentos voltados para as áreas residenciais, em especial: setores e bairros habitacionais, motivo pelos quais, faz-se adequado o reforço do policiamento ordinário, cuja intensificação da presença PM, tende a atenuar o ânimo de bandidos oportunistas, com a finalidade de inibir ações criminosas.

VIGILARE

A denominação da operação possui razão no período de festividades de final de ano – Réveillon, que na cultura francesa é o nome da festa noturna no dia antes do Natal e no dia antes do Ano Novo. Essa palavra tem origem no termo Francês Réveiller, ou seja, “acordar, deixar de dormir”, que por sua vez vem do verbo latino VELARE, “fazer vigília”, de VIGILARE, “velar, cuidar, não dormir”. Como objetivo, a operação tem foco em resguardar o pleno exercício dos direitos das pessoas, bem como prevenir ou reprimir ações delituosas, mantendo a paz social e a ordem pública.

Combate Clean Anúncie no JH Notícias