Search
Close this search box.
Publicidade

Polícia prende suspeito de matar irmão em briga por divisão de terras

Prisão preventiva ocorreu durante a Operação Quaerere Veritatem; versão de legítima defesa é contestada pela polícia
Publicidade

Uma tragédia familiar ocorrida em Primavera de Rondônia resultou na prisão preventiva de um morador nesta terça-feira (2), durante a Operação Quaerere Veritatem. O homem é suspeito de ter matado o próprio irmão durante uma discussão motivada pela construção de uma cerca que dividiria as terras de ambos.

Segundo informações da Polícia Civil, o crime teria ocorrido em novembro de 2023, quando a briga entre os irmãos culminou em um disparo de arma de fogo. A vítima foi atingida pelo tiro e chegou a ser internada em um hospital, porém, não resistiu aos ferimentos e veio a óbito dias depois.

Publicidade

Inicialmente, o suspeito alegou à polícia que agiu em legítima defesa, afirmando que o irmão estava armado com um revólver durante o confronto. Esta versão foi corroborada pelo filho do suspeito, que testemunhou o ocorrido. No entanto, as investigações policiais levaram a questionamentos sobre a veracidade dessa versão.

Apesar das alegações de legítima defesa, a polícia desacreditou a hipótese de que a vítima estivesse armada. Durante as buscas iniciais, o revólver supostamente utilizado pelo irmão falecido não foi encontrado. Além disso, durante os mandados de busca e apreensão realizados na residência do suspeito, foram encontradas e apreendidas duas armas de fogo.

Diante das evidências coletadas durante as investigações, as autoridades decidiram pela prisão preventiva do suspeito, que agora aguardará o desenrolar do processo sob custódia. O caso evidencia a complexidade das disputas familiares e a importância de uma investigação minuciosa para esclarecer a verdade dos fatos em situações tão delicadas como essa.

Combate Clean Anúncie no JH Notícias