Search
Close this search box.
Publicidade

Policial penal atira em genro por não aceitar relacionamento dele com a filha

Após o incidente, a polícia militar conduziu todos os envolvidos à UNISP para prestar esclarecimentos
Publicidade

No último domingo (31), o bairro Dom Bosco, em Ji-Paraná, foi palco de um incidente chocante que deixou a comunidade em choque. Uma discussão familiar entre um policial penal e seu genro, resultado do desapontamento com o relacionamento deste com sua filha, culminou em uma tentativa de homicídio que abalou os moradores da região.

O policial identificado como Sadrac Vieira teria disparado um tiro contra o jovem durante uma discussão acalorada na residência da família. O conflito, que começou como uma tentativa de diálogo sobre o relacionamento, rapidamente escalou para uma situação violenta, envolvendo agressões físicas e, finalmente, o uso de arma de fogo.

Publicidade

A vítima, cujo nome não foi revelado, adentrou na casa dos pais de sua namorada na esperança de resolver os desentendimentos. No entanto, a situação se deteriorou rapidamente, com relatos de confronto verbal e agressão física. O disparo da arma de fogo foi o desfecho trágico desse confronto familiar.

A filha do policial, uma jovem de 18 anos com histórico de depressão, estava envolvida no relacionamento, o que era duramente desaprovado por seus pais devido à sua saúde frágil.

Após o incidente, a polícia militar conduziu todos os envolvidos à UNISP para prestar esclarecimentos. A perícia técnica encontrou um estojo de pistola calibre 380 no local, confirmando o uso da arma no crime. Enquanto isso, o estado de saúde da vítima permanece sob observação médica, enquanto a família envolvida enfrenta as consequências desse trágico episódio de violência intrafamiliar.

Horas após o incidente, o policial penal se apresentou na delegacia para prestar mais esclarecimentos sobre o ocorrido.

Combate Clean Anúncie no JH Notícias