Siga nossas redes sociais

Domingo, 03/07/2022

JH Notícias

Polícia

Policial Penal é preso após agredir a mulher em conveniência de posto

O homem ficou enfurecido e desferiu um tapa no rosto da mulher e a empurrou. Ela caiu e em seguida acionou a PM.

WhatsApp
ABUSO SEXUAL - Homem é preso por estupro em hospital de Porto Velho

O policial penal Jerônimo P. M., 48 anos, foi preso pela Polícia Militar na madrugada deste domingo (5), após confusão em uma conveniência localizada na avenida Pinheiro Machado com rua Tenreiro Aranha, centro de Porto Velho.

A guarnição da PM foi ao local para atender ocorrência de um homem que havia agredido a esposa. Ao chegar no posto, os policiais conversaram com a vítima, de 49 anos, que informou ter ido até a conveniência buscar o marido que estava ingerindo bebidas alcoólicas.

Ao questionar o marido sobre ele não atender ao telefone, Jerônimo afirmou que não tinha que lhe dar satisfação, pois ele não era preso dela. A mulher então se virou para ir embora e disse que era para Jerônimo apenas ir buscar as coisas dele na casa e ir embora. O homem ficou enfurecido e desferiu um tapa no rosto da mulher e a empurrou. Ela caiu e em seguida acionou a PM.

Os policiais foram conversar com Jerônimo, que se identificou como policial penal, relatando ainda que estava armado. O homem disse que a mulher chegou gritando, fazendo barraco e confirmou que a agrediu, dando duas “braçadas”.

Jerônimo não concordou em ser revistado para entregar a arma e passou a proferir ameaças aos policiais. Os policiais então solicitaram que o homem saísse do local, mas quando estava prestes a sair, ele disse que não iria ser preso, retornando para dentro da conveniência, sacando arma de fogo e dando golpe na arma, alimentando o armamento e o deixando pronto para disparo.

Os policiais militares então se abrigaram e iniciaram diálogo para que o policial penal entregasse a arma. Jerônimo passou a gritar ““vão atirar em mim, pode vir que a minha vida tá acabada mesmo”. Foi solicitado apoio de outras guarnições.

Após muita insistência e diálogo dos policiais, Jerônimo deixou a arma, ainda relutou a entrar na viatura, mas acabou sendo conduzido para a central de flagrantes.

Curtiu? Siga o JH NOTÍCIAS no Facebook, Instagram e no Twitter.

Entre no nosso Grupo do WhatsApp e receba as últimas notícias de Rondônia.

Por Rondoniagora

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em Polícia