Search
Close this search box.
Publicidade

TRANSTORNADO – Homem é preso após agredir médico e causar destruição em hospital particular

Após exigir, e ser atendido por uma equipe médica, o homem proferiu ameaças contra funcionários e chegou a agredir um médico.
Publicidade

Policiais militares realizaram a prisão de Nilson C. de M. J., 27 anos, após ele danificar aparelhos, ameaçar funcionários e agredir um médico. A prisão do suspeito ocorreu no Hospital Nove de Julho, Bairro Olaria, região central de Porto Velho.

Os policiais foram acionados, primeiramente, no Hospital Prontocordis, na Rua Marechal Deodoro com Rua Paulo Leal, onde segundo a denúncia, um homem havia invadido a recepção do hospital e ameaçava funcionários. Quando os policiais chegaram, o suspeito já havia se retirado, afirmando aos funcionários que iria ao Hospital 9 de Julho. Os militares então foram ao hospital.

Publicidade

Servidores do 9 de Julho informaram aos policiais que havia um homem com os ânimos muito exaltados, que invadiu a sala onde pacientes eram atendidos e, com tom agressivo, interrompeu os atendimentos, inclusive de idosos, que saíram do hospital em estado de pânico, como consta em ocorrência policial. Após exigir, e ser atendido por uma equipe médica, o homem proferiu ameaças contra funcionários e chegou a agredir um médico.

Não satisfeito, o homem quebrou dois aparelhos de televisão e afirmou que era de facção criminosa, que poderiam chamar a polícia. Ao ver que os policiais já estavam no hospital, Nilson passou a jogar umas cadeiras contra as outras. Foi solicitado reforço policial e uma guarnição do Batalhão de Choque da Polícia Militar rapidamente chegou ao local, sendo feita a detenção de Nilson, que foi preso e encaminhado à central de polícia.

Combate Clean Anúncie no JH Notícias