Search
Close this search box.
Publicidade

ALTERADO – Em plenário, Geraldo da Rondônia chama vereador de covarde e dá “graças” ao foro privilegiado

O deputado Geraldo da Rondônia é denunciado no Conselho de Ética da ALE/RO por quebra de decoro parlamentar, ele também e condenado à prisão por sonegação milionária de impostos.
Publicidade

Durante sessão plenária realizada nesta última terça-feira (19) na Assembleia Legislativa do Estado de Rondônia – ALE/RO, o deputado estadual Geraldo da Rondônia (PSC) chamou o vereador da cidade de Ariquemes, Rafael o Fera, de covarde.

De acordo com Geraldo da Rondônia, o vereador ariquemense faz alarde de forma mentirosa à sociedade de Ariquemes apenas para ganhar fama e não resolve pautas necessárias à comunidade e ainda fugiu no dia em que foram fazer uma denúncia e a polícia apareceu.

Publicidade

“Eu gostaria de dizer para o Rafael para ele deixar de ser covarde, porquê você é covarde rapaz. Você fica dando de migué dizendo que você é o cara, que busca, que faz e acontece, porque você não foi me ajudar quando eu fui denunciar esse hospital?”, falou Geraldo da Rondônia.

Geraldo da Rondônia ainda afirmou que no dia em que foi realizar a denúncia no hospital municipal de Ariquemes cinco viaturas da Polícia Militar foram até o local, porém, graças ao seu foro privilegiado ele sequer teve de dar qualquer satisfação à polícia.

“É onde a gente muita das vezes agradecemos muito, temos que agradecer muito o foro privilegiado. Porque se você não tem foro privilegiado, aí chega um policial, dois ou três”, falou Geraldo da Rondônia.

Ao lado de Geraldo da Rondônia durante sua fala estava o deputado José Lebrão (MDB) que segundo a Polícia Federal só não teve seu pedido de prisão realizado por conta do foro privilegiado.

O deputado Geraldo da Rondônia é denunciado no Conselho de Ética da ALE/RO por quebra de decoro parlamentar, ele também e condenado à prisão por sonegação milionária de impostos.

Combate Clean Anúncie no JH Notícias