Notícias de Política

Após cobrança de Anderson Pereira sobre reabertura do restaurante Prato Cheio, Seas diz que houve alteração no projeto de reforma

Postado em 06/05/2019 às 08h38min


Após cobrança de Anderson Pereira sobre reabertura do restaurante Prato Cheio, Seas diz que houve alteração no projeto de reforma

Após intervenção do deputado Anderson Pereira (Pros), a Secretaria de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social (Seas), encaminhou ofício à Assembleia Legislativa de Rondônia, dando conta sobre o fechamento do Restaurante Popular “Prato Cheio”, localizado no bairro JK, Zona Leste de Porto Velho.

De acordo com a titular da pasta, Luana Nunes houve alterações no projeto de reforma e por este motivo o complexo alimentício ainda não foi entregue à comunidade.

A secretária destacou que a obra tinha prazo para finalizar em 90 dias, no final de 2018 e necessitava alguns ajustes e pequenos reparos, porém com as alterações há serviços que exigem maior tempo para execução como: construção de uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), para manejo de resíduos da unidade e um serviço de gestão para o fornecimento de refeições. Sobre o prazo, a Seas preferiu não passar data, mas deixou claro que o Departamento de Estradas e Rodagens (DER) continua em atuação.

Preocupado com as constantes reclamações da comunidade que clama pelo retorno do restaurante, Anderson pede celeridade, pois a unidade em sua total atividade atende mais de 1.500 pessoas por dia com refeição ao preço simbólico de R$ 1,00, suprindo as necessidades de moradores de classe social muito baixa, que tem apenas no almoço a principal alimentação do dia, além de também atender trabalhadores que cumprem suas jornadas na região, longe dos locais que residem.

“Vamos continuar acompanhando o andamento das obras, cobrando dos responsáveis, Seas e Der por soluções e retorno urgente das atividades, que tem como principal beneficiado a comunidade”, finalizou Anderson.

Por Assessoria