Notícias de Política

ATIVISMO – Joelna Holder promove Audiência Pública pelo fim da violência contra a mulher

Postado em 29/11/2017 às 16h27min


ATIVISMO – Joelna Holder promove Audiência Pública pelo fim da violência contra a mulher

Integrando os eventos que contemplam os 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher, que acontece em todo o mundo entre 25 de novembro a 10 de dezembro, a vereadora Joelna Holder (PMDB) promoveu nesta quarta-feira (29) uma Audiência Pública na Câmara de Vereadores de Porto Velho com diversas autoridades e entidades de defesa dos direitos das mulheres para buscarem ideias e meios de se propor práticas que coloquem um ponto final nessa violência.

Para a vereadora é importante o tema ser debatido, já que o Estado Rondônia ocupa o quarto lugar nos índices de violência cotra a mulher, segundo pesquisas. Entre as suas principais propostas que tramitam na Casa de Leis do município está o “Parada Segura”, que visa a parada obrigatória dos transportes públicos em qualquer ponto, dentro do itinerário planejado, para mulheres a partir das 21h.

Outras ações de Joelna Holder envolvem palestras de conscientização dirigida às mulheres acerca de seus direitos e valor, uma luta constante para a conquista da conscientização feminina.

Avereadora ainda destacou a importância das mulheres na política para defender causas como essa, alertando a sociedade e chamando a população para participar das ações que venham a conter esse grave problema.

“A violência contra a mulher se tornou uma questão que precisa ser combatida pelas autoridades públicas, na cadeira de vereadora sempre estarei motivada para trabalhar em pautas que visem exterminar essa brutalidade contra as mulheres, mas para isso precisamos do apoio de toda a sociedade para levarmos à frente nossas propostas”, falou Joelna Holder.

Ao final da Audiência Pública, uma Carta Aberta com uma série de sugestões e propostas foi escrita para ser apresentado aos líderes políticos do estado.

ATIVISMO - Joelna Holder promove Audiência Pública pelo fim da violência contra a mulher