Notícias de Política

Deputado Laerte Gomes comemora credenciamento da Idaron no Sisb


Postado em 09/11/2018 às 10h59min

Deputado Laerte Gomes comemora credenciamento da Idaron no Sisb

Na última terça-feira (6), o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) publicou a portaria que reconhece a equivalência da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril de Rondônia (Idaron), para adesão ao Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Sisb-POA).

Em resumo, com a liberação do Sisb, o MAPA reconhece que o Serviço de Inspeção Estadual (SIE) tem equivalência ao Serviço de Inspeção Federal (SIF), executado pelo Ministério da Agricultura e responsável por assegurar a qualidade de produtos de origem animal comestíveis e não comestíveis destinados ao mercado interno e externo, bem como de produtos importados.

A notícia foi comemorada pelo líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Laerte Gomes (PSDB). O parlamentar foi grande incentivador da iniciativa, apoiado por empresários do setor produtivo, em especial, proprietários de pequenos frigoríficos e laticínios de Rondônia.

Segundo o deputado, a fiscal estadual agropecuária e diretora técnica da agência Idaron, Caroline Araújo Cadamuro, ao lado de sua equipe, também foi peça fundamental na luta pelo novo selo de inspeção que garantirá grandes benefícios para produtores de vários segmentos.

Em junho de 2017, em uma reunião encabeçada por Laerte Gomes, pequenos e médios empresários do segmento expuseram ao então governador Confúcio Moura (MDB), o cenário de crise instalado no comércio de carne bovina em Rondônia. A classe solicitou ao Executivo, como medida de urgência e uma oportunidade de driblar a crise, a implantação do Sisb no Estado.

Após a audiência, por determinação de Confúcio Moura e em atendimento ao pedido do deputado Laerte Gomes, uma força tarefa foi montada para resolver a crise no setor de frigoríficos em Rondônia.

“O ex-governador autorizou que trabalhássemos em um projeto para Rondônia se enquadrar nas especificações do Sisb, fazendo as devidas alterações legislativas. Os projetos foram feitos em tempo recorde e, posteriormente, defendidos por mim na Assembleia Legislativa. Com o apoio dos demais parlamentares, o projeto foi aprovado no mesmo dia”, lembra Laerte Gomes.

O deputado também destaca o apoio do atual governador Daniel Pereira (PSB).

“Assim que o governador Daniel Pereira assumiu o Executivo, ele não mediu esforços para nos apoiar. De lá pra cá trabalhamos juntos, sempre com a força do setor produtivo e o conhecimento técnico da Idaron, lutando para que o Mapa autorizasse a implantação de Rondônia no Sisb. É uma grande vitória”, declara Laerte.

Carol da Idaron, como a diretora técnica da agência é conhecida no meio, explica que com a conquista do selo, o Mapa reconhece que a qualidade da produção de Rondônia “é tão boa quanto à deles”.

Segundo Carol, inicialmente serão inclusos no Sisb apenas dois frigoríficos de Rondônia. Ela garante que esse é apenas um primeiro passo.

“Tem muito Estado que não começa nem com dois, e sim com zero. Nós já começaremos com dois estabelecimentos que poderão comercializar carne com todo o território nacional. Isso quer dizer mais emprego, mais produção e mais geração de renda. A princípio eles começarão a conquistar mercado e com o tempo, grandes novas oportunidades de mercado surgirão”, diz a diretora.

Entre os pontos altos da nova conquista para o Estado, Laerte Gomes ressalta que o Sisb proporcionará aos pequenos frigoríficos, que atualmente só podem comercializar carne dentro de Rondônia, a possibilidade de expandir venda para o Brasil inteiro.

“Ao se adequarem ao Sisb, eles terão a oportunidade de se transformar em frigoríficos de grande e médio porte, gerando mais empregos e proporcionando ao produtor rural mais opção de pesquisa de venda e de abate para os seus produtos. E não estamos falando apenas de carne, os benefícios virão também para laticínios e demais segmentos do setor produtivo rondoniense”, explica Laerte.

O empresário Emílio Cristiano Olsen, proprietário de um dos frigoríficos que será incluso no Sisb conta que há sete anos vem trabalhando no credenciamento do Estado junto ao sistema de inspeção. Ele disse acreditar que, por se tratar de novidade no Brasil, muitos não acreditavam que a equivalência pudesse acontecer.

“Mas eu nunca desisti. E junto comigo, também não posso de deixar de citar o nome do Pedro veterinário da Idaron, que acreditou e viu que isso seria muito benéfico para o Estado. O nome dele tem que constar na lista de pessoas a serem agradecidas pela conquista do Sisb, junto com a diretora Caroline e toda sua equipe da Idaron”, relata Olsen.

O empresário também enalteceu o empenho do deputado Laerte Gomes na conquista do Sisb para o Estado.

“Na parte política, o Sisb começou a andar com mais força depois que o deputado Laerte se envolveu. Ele teve um papel fundamental nessa vitória, os méritos políticos eu acredito serem dele”, declara o empresário.

Emílio Olsen ainda destacou o apoio do ex-governador Confúcio Moura, do presidente da Assembleia, Maurão de Carvalho (MDB) e do atual governador Daniel Pereira. Segundo ele, todos contribuíram com a conquista que também representa um marco na economia de Rondônia.

“Principalmente para as pequenas empresas, pois sairemos de um comércio de que alcança cerca de 2 milhões de pessoas, para um comércio de 220 milhões de pessoas”, destaca.

Para o deputado Laerte Gomes, a conquista do Sisb é fruto de uma luta conjunta onde todos almejaram o mesmo objetivo, o crescimento e o desenvolvimento do setor produtivo de Rondônia.

“Abracei esse projeto e hoje me sinto muito feliz com essa vitória. Agradeço os deputados que nos ajudaram a proporcionar a geração de mais empregos e um mercado mais amplo para nossos produtores rurais que terão mais opções para venderem seus produtos e assim, aumentar a concorrência e o preço. Todos ganham. Agradeço também a Carol e sua equipe competente da Idaron, o ex-governador Confúcio Moura, o governador Daniel Pereira e todos os empresários que assim como eu, sempre acreditou que fosse possível”, concluiu Laerte Gomes.

ALE/RO – DECOM – Juliana Martins
Foto: Gilmar de Jesus

Por JH Notícias



MAIS NOTÍCIAS DE Política