Search
Close this search box.

ELEIÇÕES 2024 – Movimentação interna dos partidos cresce com aproximação do fundo eleitoral

A definição dos candidatos a vice-prefeito é um dos temas centrais nas negociações políticas
Publicidade

Embora a corrida pela Prefeitura de Porto Velho ainda não tenha aquecido o interesse dos eleitores, os bastidores políticos estão em intensa atividade. Com a liberação do Fundo Eleitoral pela Justiça Eleitoral, os partidos estão ansiosos para acessar a verba de mais de 200 milhões de reais destinada à disputa municipal em Rondônia. No entanto, esse montante só poderá ser utilizado após as convenções partidárias e os registros dos candidatos pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), com o início oficial da campanha previsto para agosto, cerca de 45 dias antes da votação marcada para 6 de outubro.

A definição dos candidatos a vice-prefeito é um dos temas centrais nas negociações políticas. Mariana Carvalho, que lidera as pesquisas até o momento, enfrenta um impasse na escolha de seu vice. Ela e seu grupo, liderado pelo irmão, o deputado federal Maurício Carvalho, buscam uma aliança com o Partido Liberal (PL) para fortalecer sua candidatura, unindo forças e recursos dos dois maiores partidos. Contudo, o comando do União Brasil, partido de Mariana, resiste a essa aliança devido à rivalidade com o senador Marcos Rogério, líder do PL.

Publicidade

Euma Tourinho, candidata pelo MDB, também está em busca de um vice. Apesar de ter carta branca do partido para negociar, ainda não há um nome definido. Entre os cotados está o vereador Alex Pailitot, mas as negociações seguem indefinidas. Léo Moraes, por sua vez, está na fase inicial de sua campanha, dialogando com diversas lideranças sem definições concretas até o momento. Marcelo Cruz tem várias opções de vice, provenientes dos quatro partidos que o apoiam, mas mantém as negociações sob sigilo.

No campo das esquerdas, o PT anunciou Fátima Cleide como candidata, mas não houve avanços significativos. O PSB deseja lançar Vinícius Miguel, mas também não há novidades. Outros partidos, como PP, PDT e Solidariedade, ainda enfrentam desafios para consolidar suas candidaturas, com muitas reuniões e uso das redes sociais, mas sem grandes progressos até agora.

A expectativa é que as definições se intensifiquem com a liberação dos recursos do fundo eleitoral e a proximidade do início oficial da campanha. Até lá, as articulações políticas e as escolhas estratégicas dos partidos continuarão a dominar os bastidores da política em Porto Velho.

Anúncie no JH Notícias