Search
Close this search box.
Publicidade

Mesmo correndo risco de impugnação, Acir recebe R$ 1 milhão do fundo de campanha

Por enquanto, Acir é o candidato da Frente Democrática, liderada pelo ex-governador Daniel Pereira (Solidariedade).
Publicidade

O senador Acir Gurgacz recebeu R$ 1 milhão do fundo de campanha do Partido Democrático Trabalhista (PDT). Ele não apresentou despesas, mas corre o risco de ser obrigado a devolver os recursos públicos (disponíveis em conta no final do julgamento), caso sua candidatura não venha a ser registrada no Tribunal Regional Eleitoral. Mesmo com parecer desfavorável da Procuradoria Eleitoral, Acir está autorizado a gastar a verba de campanha recebida pelo PDT. Segundo a Procuradoria, Acir sabe que não terá o registro, pois está inelegível, mas “tenta atrapalhar o processo eleitoral”.

Por enquanto, Acir é o candidato da Frente Democrática, liderada pelo ex-governador Daniel Pereira (Solidariedade). O parlamentar é um dos grandes apoiadores do presidente Lula em Rondônia ao lado do Partido dos Trabalhadores (PT). No início campanha, logo após a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), cassando uma liminar que poderia lhe garantir no pleito, ele chegou a anunciar sua renúncia em favor do conselheiro aposentado Benedito Alves, mas desistiu a ideia e resolveu encarar a eleição, mesmo sabendo que suas chances de obter o registro são mínimas.

Publicidade
Combate Clean Anúncie no JH Notícias