Siga nossas redes sociais

Quarta-feira, 01/12/2021

JH Notícias

Política

NOTA DE ESCLARECIMENTO – Romerito Pereira esclarece confusão de Rivan Erguez ao citar seu nome na Câmara Municipal

Me causou espécie o fato de o vereador incluir meu nome em contexto que nada tem haver comigo, sempre diferenciei minhas duas funções públicas.

WhatsApp

O vereador Romerito Pereira (Republicanos) vem à público esclarecer o envolvimento de seu nome em uma nota encaminhada a sociedade de Guajará-Mirim (RO) pelo seu colega de parlamento, vereador Rivan Erguez.

Em nota, o Rivan Erguez afirma que o vereador Romerito deveria ser incluso em um processo de afastamento do mandato que tramita em seu nome na Casa de Leis, porém, não deixou claro pontos específicos que mostrariam a total diferença entre a situação de Rivan e Romerito.

Rivan está respondendo por um processo na Câmara de Vereadores por ter exercido sua atividade de Policial Penal no mesmo dia em que houve sessão no parlamento municipal e ter recebido pelas duas funções.

Banner publicitário Refis-Semfaz Porto Velho
Chamada Escolar 2022

Para se defender, o vereador alega que existem outros membros do parlamento que exercem funções públicas além da vereança e que também deveriam responder por esse fato, entre eles o vereador Romerito Pereira.

Mulher para efetivação

De acordo com Romerito Pereira, sempre que precisou se apresentar ao parlamento mirim ou estava de folga de sua função de policial penal ou conseguia trocar o seu plantão com outro colega, nunca recebeu pelos dois serviços no mesmo dia, como é a denúncia contra Rivan Erguez.

“Me causou espécie o fato de o vereador incluir meu nome em contexto que nada tem haver comigo, sempre diferenciei minhas duas funções públicas. Espero que o vereador esclareça essa situação sem precisar envolver o nome de quem está trabalhando de forma séria pela população de Guajará-Mirim”, disse Romerito Pereira.

Caso seja comprovado de que recebeu pelo mesmo dia de trabalho como vereador e como policial penal, Rivan Erguez poderá receber até 30 dias de afastamento da Câmara de Vereadores em votação decidida por seus pares.

Curtiu? Siga o JH NOTÍCIAS no Facebook, Instagram e no Twitter.

Entre no nosso Grupo do WhatsApp e receba as últimas notícias de Rondônia.

Por Assessoria

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade JR Consultoria Financeira Porto Velho
Publicidade
Publicidade Mulher para efetivação
Publicidade
Chamada Escolar 2022
Banner publicitário Refis-Semfaz Porto Velho
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais em Política

Compartilhe esta notícia: