OPINIÃO E POLÍTICA – Após sumir de votação fundamental, presidente da Câmara surge no Rock in Rio – Por João Paulo Prudêncio

João Paulo Prudêncio é jornalista, profissional da área de jornalismo eletrônico há dez anos, autor de matérias de grande repercussão e vencedor do Grande Prêmio de Jornalismo do Ministério Público do estado de Rondônia em 2014.

Política - segunda-feira, 18/09/2017 às 18h20min
OPINIÃO E POLÍTICA – Após sumir de votação fundamental, presidente da Câmara surge no Rock in Rio – Por João Paulo Prudêncio

Desde já

É bom salientar que o papel de uma coluna política é trazer às claras as ações de agentes públicos no ofício de seu dever com informações que apontem ao cidadão como está a vida política de sua cidade, estado e país. Jamais utilizaria esse espaço para me colocar ao ridículo papel de fiscalizador da moral, ou envolver-me com assuntos que tratam absolutamente da intimidade de qualquer pessoa, porém, quando se trata de fiscalização de mandatários de cargos eletivo, o papel da imprensa é fiscalizar.

Pois bem

Nesta última semana, o presidente da Câmara de Vereadores de Porto Velho, Mauricio Carvalho (PSDB) chamou a atenção nas redes sociais ao aparecer no camarote do Rock in Rio, em uma publicação realizada na rede social de sua irmã, deputada federal, Mariana Carvalho (PSDB). Um evento apreciado em família pelo vereador, algo que diria respeito exclusivamente á seu foro pessoal se não fosse por um detalhe, nessa mesma semana ele não esteve presente na sessão plenária que votou o polêmico Projeto de Lei que autoriza a negativação do nome dos contribuintes devedores ao município.

Cartilha

O projeto de lei complementar 908/2017, permite a prefeitura de Porto Velho a protestar todos os devedores do município de taxas como IPTU, ISS e outros valores. Apresentado pelo prefeito Hildon Chaves (PSDB), o projeto passou pelos vereadores e já está valendo. Essa proposta segue uma cartilha dos gestores do poder executivo do PSDB em todo o país, onde de acordo com a filosofia política do partido, saneamento de contas representa arrocho ao cidadão comum e concessões ao empresariado.

Porém

Se não fosse uma bancada de quinze vereadores, que escabreados desde a pegadinha do quinquênio, analisaram minunciosamente o projeto, dois pontos extremamente impopulares passariam desapercebidos e poderia gerar o furor da população contra os vereadores, o primeiro era o repasse de 10% de taxa de cobrança extra-judicial à Procuradoria Geral do Município, a outra era a negativação de pessoas de baixa renda que devem impostos a baixo de R$ 500 ao município, ambas propostas vetadas pelos vereadores

Ausente

Em meio à todo esse debate, o jovem presidente da Câmara de Vereadores, Mauricio Carvalho, simplesmente não deu às caras na sessão, que ficou sob a responsabilidade de Jurandir Bengala (PR). Ao que parece, tudo já estava alinhado para que o projeto passasse, que foi aprovado sem a necessidade da intervenção de Carvalho.

Não gostaram

É claro que após se ausentar de uma votação tão importante e na mesma semana surgir nas redes sociais no camarote do Rock in Rio, Mauricio deixou alguns vereadores bufando, de acordo com alguns deles, Maurício preferiu não se envolver na polêmica proposta, e o seu comprometimento e responsabilidade à frente da cadeira de presidente já começou a ser questionado pelos corredores da Câmara.

Não precisava

Responsável pela publicação, Mariana Carvalho poderia ter analisado a situação antes de divulgar a foto, uma vez que sua imagem já foi nacionalmente exposta ao papel de “deputada baladeira” após matéria que apontou a congressista como integrante de um grupo de deputados chegados em festas de alto padrão pela noite de Brasília. Sempre cercada de assessores de primeira linha, Mariana poderia ter sido instruída à evitar se expor dessa forma, pelo menos por enquanto.

Julgamento

O deputado Geraldo da Rondônia está com o julgamento de seu mandato marcado para a próxima quarta-feira (20), ele é acusado de infidelidade partidária. Geraldo migrou de partido quando ainda era suplente, porém após a então deputada Glaucione Rodrigues (PMDB) vencer a eleição para a prefeitura de Cacoal, ele retornou ao PSC e assumiu o mandato, essa ação gerou a reação dos outros suplentes que entraram na justiça eleitoral requerendo a cadeira de Geraldo.

Aguardando

Esperando o resultado da justiça está Neto da Canãa (PSC), que ficou na suplência logo atrás de Geraldo. Com domicilio eleitoral na cidade de Cacoal, Neto da Canãa vem requerendo a cadeira de deputado na justiça, e de acordo com a sua assessoria está aguardando ansiosamente o resultado, que de acordo com ele, deverá depor Geraldo.

De olho

O ônibus da escola Santa Marcelina não está entrando na rua principal do condomínio Bairro Novo, essa é uma reclamação antiga, cerca de 200 alunos nos períodos da manhã e tarde andam 2 km até a BR para pegar o coletivo. Assaltos e acidentes sao comuns nessa área.

Ainda no Bairro Novo

A comunidade já está perdendo a paciência com o prefeito Hildon Chaves, que durante a campanha prometeu a construção de um Mercado Público que atenderia as necessidades da região, porém até agora, a obra está na promessa.

Só para constar

O preço de 400 gramas de camarão em Rio Branco, capital do Acre.

A coluna

João Paulo Prudêncio é jornalista, profissional da área de jornalismo eletrônico há dez anos, autor de matérias de grande repercussão e vencedor do Grande Prêmio de Jornalismo do Ministério Público do estado de Rondônia em 2014. Informações e sugestões de pauta através dos telefones (69) 99230-0591 ou (68) 99217-1709.


Seja o primeiro a colaborar

Deixe seu comentário!

Informe seu nome
Informe seu email