Siga nossas redes sociais

Quinta-feira, 26/05/2022

JH Notícias

Coronavírus - COVID-19 - Governo do Estado de Rondônia

Política

OPINIÃO E POLÍTICA – Por cadeira no TCE/RO, Daniel Pereira deve largar corrida ao governo – Por João Paulo Prudêncio

João Paulo Prudêncio é jornalista, profissional da área de jornalismo eletrônico há dez anos, autor de matérias de grande repercussão e vencedor do Grande Prêmio de Jornalismo do Ministério Público do estado de Rondônia em 2014.

WhatsApp

Confúcio

O governador de Rondônia, Confúcio Moura (PMDB), está mais acelerado do que nunca em suas articulações políticas para alcançar seu desejo de sentar na cadeira de Senador da República destinada ao estado de Rondônia. Com o tempo apertando cada vez mais para que ele decida em qual legenda disputará o pleito em 2018, o governador blogueiro parece cada vez mais próximo dos socialistas do PSB, partido que atualmente integra a aliança de gestão do Poder Executivo e conta com o vice-governador, Daniel Pereira.

Pereira

Já Daniel Pereira, que vinha alicerçando sua candidatura ao governo, deverá tirar o pé do acelerador para ter Confúcio em sua legenda. Próximo do líder do PDT em Rondônia, o Senador Acir Gurgacz, a cúpula do PSB já se movimenta para fechar com Acir na corrida ao governo, fato que poderá colocar Confúcio e Gurgacz no mesmo palanque, uma aposta que os pedetistas estão confiantes, uma vez que Confúcio figura entre os governadores mais bem aprovados do Brasil.

É claro

Em uma dobradinha com Acir Gurgacz, Confúcio Moura teria mais estrutura, apoio e verba, do que se tentasse encarar uma chapa puro sangue do PSB carregando Daniel Pereira nos braços. Ao lado do pedetista Confúcio terá agregado ao seu alcance eleitoral os municípios do eixo central do estado de Rondônia, onde Gurgacz goza ainda goza de uma considerável popularidade.

Consolo

Como essa é possivelmente a maior e única chance que Daniel Pereira teria de se tornar governador eleito majoritariamente pelo estado de Rondônia, porém com um risco de murchar politicamente caso perdesse o pleito, ele deverá abrir mão da disputa, como consolo, Daniel deverá ser indicado à cadeira vaga no Tribunal de Contas do Estado de Rondônia – TCE/RO.

Ações do Governo de Rondônia

Bem empregado

Vitalício, o cargo público de Conselheiro do Tribunal de Contas Estadual oferece um gabinete com assessores e remuneração mensal que ultrapassa os R$ 20 mil.

Derrubado

Após Confúcio Moura vetar o Projeto de Lei que garante meia entrada à eventos culturais para servidores do sistema penitenciário em Rondônia, a proposta retornou à Assembleia Legislativa e o veto acabou derrubado pelos deputados. Desempenhado um serviço dentro de uma área de guerra de facções criminosas estruturadas e violentas, os agentes penitenciários merecem ter um desconto para os momentos que precisar aliviar a mente, é o minimo que o estado pode fazer frente ao alto risco e baixo salário dessa categoria.

Lava Jato

Uma coisa é certa, a Polícia Federal percebeu que não basta apenas investigar, prender e denunciar, para que a operação Lava Jato prossiga em seu extenso trabalho que ainda está no começo e que representa a limpeza de cartéis e quadrilhas instaladas dentro do amago da política brasileira, será necessário poder dentro da instituição que detém o poder da caneta, o Congresso. Com isso, a articulação dos federais para colocar uma bancada expressiva na Câmara dos deputados e Senado já começou, ao menos 13 estados brasileiros terão policiais federais concorrendo à alguma cadeira em Brasília.

Vergonha

Os deputados federais de Rondônia mostraram o tamanho do medo que andam de desagradar a base do governo no Congresso, viraram as costas para o opinião popular e decidiram apoiar o absurdo projeto que concede foro privilegiado ao chefe da Secretaria-Geral da República, Moreira Franco, envolvido até o pescoço nas denuncias de corrupção levantadas pela força tarefa da Lava Jato. Essa medida é uma manobra de Temer para mais uma vez fugir da perda do seu mandato, única coisa que o mantém longe da cadeia. Votaram a favor da absurda Medida Provisória os deputados Marcos Rogério (DEM), Marinha Raupp (PMDB), Lindomar Garçon (PRB) e Nilton Capixaba (PTB).

De fora

O único parlamentar rondoniense que ficou de fora do barco da insanidade e imoralidade com o cidadão brasileiro foi Expedito Netto (PSD), que votou não, Luiz Cláudio (PR) resolveu se abster, já Mariana Carvalho (PSBD) e Lúcio Mosquini (PMDB) desapareceram da votação, isso, após Mariana ficar por mais de duas horas lendo a denuncia contra Michel Temer em uma sessão plenária vazia nesta última terça-feira (26).

A coluna

Banner publicitário da Assembleia Legislativa

João Paulo Prudêncio é jornalista, profissional da área de jornalismo eletrônico há dez anos, autor de matérias de grande repercussão e vencedor do Grande Prêmio de Jornalismo do Ministério Público do estado de Rondônia em 2014. Informações e sugestões de pauta através dos telefones (69) 99230-0591 ou (68) 99217-1709 ou no e-mail joaoprudencio65@gmail.com

Curtiu? Siga o JH NOTÍCIAS no Facebook, Instagram e no Twitter.

Entre no nosso Grupo do WhatsApp e receba as últimas notícias de Rondônia.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Publicidade Ações do Governo de Rondônia
Publicidade

Publicidade Ações do Governo de Rondônia
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais em Política