Sábado, 16 de Novembro de 2019

Notícias de Política

PERSEGUIÇÃO – Hildon Chaves não paga gratificação de servidores e mandar cortar ponto de quem protestar

Mesmo com a forte opressão gerada pelo corte do ponto, um grupo considerável de servidores se aglomerou em frente ao palácio e garantiu que apenas sai do local com uma resposta sobre o retorno da gratificação.

Postado em 20/04/2018 às 09h27min


PERSEGUIÇÃO – Hildon Chaves não paga gratificação de servidores e mandar cortar ponto de quem protestar

Eleito com muitas juras de amor ao funcionalismo público e prometendo a valorização da categoria, o prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves (PSDB) vem mostrando uma face oposto ao qual costumeiramente apresentava nos programas de televisão durante o pleito.

O chefe do palácio Tancredo Neves está sendo acusado de perseguir servidores que ao menos pensem em se opor às suas determinações. Atualmente uma briga vem sendo travada com os servidores da saúde, que exigem o pagamento do abono salarial, gratificação que já havia sido garantida em reuniões anteriores.

Mas, a folha de pagamento do mês de abril fechou e nada dos servidores serem contemplados, motivo que indignou os trabalhadores de um dos setores mais criticados da gestão Chaves, a saúde. Dispostos a buscarem sua valorização salarial, os trabalhadores se organizaram para promover um protesto em frente ao palácio pela manhã desta sexta-feira (20).

Porém no final da tarde desta última quinta-feira (19) a prefeitura de Porto Velho expediu um memorando determinando o corte do ponto de qualquer servidor que se ausentasse para o protesto. Essa atitude foi considerada como abusiva, uma vez que os trabalhadores possuem direito constitucional de reivindicarem às suas garantias salariais.

Mesmo com a forte opressão gerada pelo corte do ponto, um grupo considerável de servidores se aglomerou em frente ao palácio e garantiu que apenas sai do local com uma resposta sobre o retorno da gratificação.

Fonte: JH Notícias