Search
Close this search box.
Publicidade

SEM PALAVRA – Há dois meses Eyder Brasil garantia agir com eficiência em caso de Geraldo da Rondônia

Sargento de carreira das Forças Armadas, Eyder Brasil não cumpriu a sua palavra
Publicidade

No último dia 24 de agosto o deputado Eyder Brasil (PSL) falou à imprensa sobre os prazos garantidos por ele em relação à sua relatoria sobre o processo de perda de mandato contra o deputado Geraldo da Rondônia (PSC) que tramita no Conselho de Ética da ALE/RO.

Na ocasião, Eyder garantiu que a partir daquele dia à cada semana seria realizada a reunião do conselho, onde ele em um prazo de quinze sessões realizaria as instruções probatórias do processo encaminhado ofícios, convidando testemunhas de ambos os lados para darem os depoimentos sobre o caso.

Publicidade

“A partir da próxima sessão ordinária, inicia o prazo de 15 sessões para que seja feita a instrução probatória. Serão encaminhados ofícios convidando testemunhas de ambos os lados para darem os depoimentos. Ao final disso, iremos apresentar o prazo de 5 sessões ao deputado denunciado para que ele apresente suas alegações finais e após isso, iremos apresentar o nosso relatório”, explicou o deputado Eyder Brasil.

Eyder Brasil ainda garantiu que apesar da justificativa de ausência de alguns deputados na comissão, os processos de cassação continuariam tramitando normalmente na Casa de Leis.

Porém, quase dois meses após essa entrevista de Eyder absolutamente nada foi realizado, não houve convocação de testemunhas e o conselho sequer se reuniu. Vale ressaltar que Geraldo da Rondônia desdenha tanto desse processo no Conselho de Ética que nem se prestou ao trabalho de apresentar defesa em tempo hábil.

Sargento de carreira das Forças Armadas, Eyder Brasil não cumpriu a sua palavra firmada com a população rondoniense, após isso, Geraldo ainda foi acusado de aprontar mais um show de abuso de poder e ameaça, dessa vez contra um servidor que trabalhava em uma das guaritas de estacionamento do CPA.

Enquanto isso a população rondoniense segue aguardando uma resposta de Eyder Brasil sobre o que está de fato produzindo no papel e relator.

Combate Clean Anúncie no JH Notícias