Notícias de Rondônia

DESPEJO – Sindicato dos jornalistas pode ser retirado do estádio Aluízio Ferreira

Nesta semana o estádio foi impedido de sediar jogos do campeonato estadual por não possuir os laudos de segurança previstos.

Postado em 14/02/2019 às 10h54min • Atualizado 10h57min


DESPEJO – Sindicato dos jornalistas pode ser retirado do estádio Aluízio Ferreira

Após desfazer uma decisão tomada pelo seu antecessor, Daniel Pereira (PSB), o governador do estado de Rondônia Marcos Rocha (PSL), pode entrar para a história como o primeiro chefe do executivo estadual a desabrigar os representantes do sindicato dos jornalistas no Estado.

Acontece que antes de deixar o cargo, o ex-governador Daniel Pereira teria firmado um compromisso que garantiu por mais doze meses de funcionamento do SINJOR em um dos escritórios anexos ao estádio estadual Aluízio Ferreira, localizado no Centro da capital, onde o sindicato atende há mais de uma década.

“Apresentamos um decreto que garante ao Sinjor fazer uso de uma sala nas dependências do Estado Aluízio Ferreira pelo tempo de 12 meses. Mas, acredito que o próximo governador dará continuidade pois não traz nenhum tipo de custo do Estado de Rondônia”, disse o então governador Daniel Pereira em um evento com a categoria no final do ano passado.

Porém, Rocha revogou a decisão, deixando desalojados além dos jornalistas, outras entidades esportivas e federativas que funcionam nesse local.

No ano de 2013, as entidades instaladas no estádio Aluízio Ferreira, passaram por situação semelhante após um laudo do Corpo de Bombeiros apontar para o risco de desabamento da arquibancada. Nesta semana o estádio foi impedido de sediar jogos do campeonato estadual por não possuir os laudos de segurança previstos.

Passando por uma reestruturação e um processo de fortalecimento, essa decisão é um golpe para a nova diretoria do SINJOR, que ainda não se manifestou oficialmente sobre o fato e ainda não foi notificada oficialmente de sua ordem de despejo.

 

Por JH Notícias