Search
Close this search box.
Publicidade

Direito de resposta Gestão SINGEPERON 2018-2022

À luz do direito, toda pessoa tem direito a ampla defesa e ao contraditório, porém, na referida assembleia, a pauta constante no edital não foi respeitada,
Publicidade

A matéria veiculada de forma irresponsável, com exposição caluniosa feita pela atual gestão do SINGEPERON, com objetivo politiqueiro, não de informar, mas de, desinformar a categoria e ainda, com interesses no mínimo duvidosos.

A gestão sindical de 2018-2022 trabalhou arduamente na defesa das categorias que representava, trazendo os maiores ganhos salariais dos últimos 20 anos, além de impedir a terceirização e os danos que uma mudança de escala sem contrapartidas causaria a todos os servidores.Todas as contas foram apresentadas e analisadas pelo conselho fiscal e aprovadas pelos filiados em deliberação de assembleia geral da categoria.

Publicidade

À luz do direito, toda pessoa tem direito a ampla defesa e ao contraditório, porém, na referida assembleia, a pauta constante no edital não foi respeitada, não respeitando os filiados presentes, ao contrário, a assembleia foi usada como desculpa para ataques a antiga gestão sem concessão de fala e voz a nenhum integrante da antiga gestão para os esclarecimentos pertinentes.

Em razão das imputações indevidas, medidas judiciais serão tomadas, inclusive para que as acusações sejam provadas em juízo.

Em relação as notas fiscais, o documento abaixo comprova que todas as notas do período 2011-2022 foram entregues e conferidas pelo atual diretor financeiro, sendo claro o registrode sua assinatura, comprovando a falsidade da acusação. Os contratos firmados foram encerrados e devidamente pagos, o que uma auditoria e a análise dos documentos demonstrarão e seu resultado devem ser apresentados a toda honrada categoria.

Lamentável a postura da nova gestão em agir de modo truculento e calunioso, quando deveria gastar energias buscando melhorias salariais aos servidores ao invés de investir em desunião e exposição. Se apurada alguma irregularidade, quem deu causa deve ser responsabilizado, porém, a gestão atual não pode acusar por acusar, levantando falso e denegrindo a imagem dos que deram sangue o suor e melhoraram sem dúvidas a estrutura da sede, além de lutar e conseguir melhorias salariais consideráveis, o que não se pode deixar passar desapercebido.





Combate Clean Anúncie no JH Notícias