Search
Close this search box.
Publicidade

GARIMPO ILEGAL – Coronel ganhou mais de R$ 900 mil de empresa em Porto Velho

O dono dessa empresa de minério foi preso esta semana na capital
Publicidade

As investigações que levaram à prisão de um Tenente Coronel das Forças Armadas acusado de vazar informações de operações contra garimpos ilegais nos estados de Rondônia e Amazonas detalharam a forma como o oficial militar participava do esquema.

O militar era lotado no subcomando do Batalhão de Selva e cuidava do controle operacional de ações na fronteira. Os indícios são de que apenas entre os anos de 2020 a 2022 o Coronel recebeu R$ 930 mil através de contas em seu próprio nome, da sua esposa e de uma empresa da família.

Publicidade
Garimpo ilegal vem degradando o bioma amazônico

 

Todos os pagamentos foram realizados por uma empresa de importação e exportação de minérios sediada em Porto Velho (RO), isso de acordo com o relatório da investigação feita pela Polícia Federal.

O dono da empresa, suspeito de financiar o garimpo ilegal, foi preso nesta última terça-feira (27) em Porto Velho.

A suspeita é de que ao menos três operações da PF foram prejudicadas pelo vazamento de informações. Ele vai responder a crimes como usurpação do patrimônio da União, danos ambientais, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

Combate Clean Anúncie no JH Notícias