Notícias de Rondônia

PORTO AGRO – Candidato a senador burla proibição imposta pela lei eleitoral, sobe no palanque de autoridades e pode ser denunciado


Postado em 31/08/2018 às 09h21min

PORTO AGRO – Candidato a senador burla proibição imposta pela lei eleitoral, sobe no palanque de autoridades e pode ser denunciado

O candidato ao Senado pelo PSB, Jesualdo Pires, ex-prefeito de Ji-Paraná, pode ter cometido crime eleitoral na manhã desta quinta-feira, 30, em Porto Velho. Ele esteve no palanque de autoridades durante a abertura oficial da Porto Agro – um evento voltado ao agronegócio, organizado em parceira pela prefeitura da capital e o governo do Estado.

O candidato dividiu espaço com o próprio governador de Rondônia, Daniel Pereira (seu colega de partido), o prefeito Hildon Chaves (PSDB), o presidente do Tribunal de Justiça (TJ), desembargador Walter Waltenberg Silva Júnior, entre outras autoridades.

Jesualdo cumprimentou as autoridades em cima do palanque, teve o nome anunciado em som aberto (embora não fosse falado que ele era candidato) e permaneceu por alguns minutos no local até ser retirado por alguns assessores.

DOIS PESOS, DUAS MEDIDAS
A organização do evento vem mantendo uma intensa fiscalização quanto à circulação de candidatos no local. Não se pode utilizar bottons de campanha (exceto o próprio candidato), não é permitida a entrega de material de campanha, nem falar abertamente de campanha eleitoral, mas para o candidato do PSB não houve essa proibição.

Na abertura há diversos candidatos de todo Estado de Rondônia. Todos estão seguindo as determinações, mas o político jiparanaense que postula o Senado – que pode se tornar o candidato ao Governo pela coligação do atual senador Acir Gurgacz (PDT), caso ele seja indeferido, conseguiu aparecer muito mais que os concorrentes.



MAIS NOTÍCIAS DE Rondônia