Search
Close this search box.
Publicidade
EcoRondônia

UTI´S podem parar de atender por falta de pagamento do Governo do Estado

Publicidade

Ao fazer uso da Tribuna em Sessão da Câmara Municipal nesta segunda-feira (03), o vereador Amalec da Costa (PSDB/Ariquemes) fez uma séria denúncia envolvendo a saúde pública em Ariquemes. Ele disse que há mais de 10 meses, o Governo do Estado não paga as Clínicas e Hospitais do município conveniados com UTI´s. De acordo com o vereador, são 25 no total.

Amalec conta que as empresas suportaram até onde foi possível, “mas agora chegou no limite. O pior de tudo isso é que ninguém na Secretaria de Estado da Saúde dá uma posição sobre quando este pagamento, que está em atraso desde agosto de 2018, irá acontecer”, revelou.

Publicidade

“Quero aqui lembrar o governador Marcos Rocha, que o município de Ariquemes e os demais municípios que compõem a Região do Vale do Jamari apostaram na mudança, votaram nele e depositaram a esperança de dias melhores no seu Governo, em especial a classe menos favorecida. Agora surge esta situação absurda. Queremos uma satisfação, uma solução por parte do Governador Marcos Rocha”, reforçou.

Na oportunidade, o vereador também cobrou um posicionamento dos deputados estaduais eleitos pelo município de Ariquemes: Alex Redano, Adelino Follador e Geraldo da Rondônia, os três reconduzidos aos seus mandatos, no sentido de que ajudem a evitar que as 25 UTIs existentes em Ariquemes sejam desativadas.

“Nós políticos não podemos permitir que um absurdo desse aconteça em Ariquemes: que a nossa população seja penalizada pela falta de bom senso, competência, seja lá o que for. Se isso de fato acontecer muitas pessoas em nossa cidade e cidades vizinhas poderão vir a óbito. Tenho certeza que com a participação dos nossos deputados estaduais, Promotoria de Justiça da Saúde, e da determinação do governador Marcos Rocha isso será evitado, pelo menos é o que a população de Ariquemes região espera e deseja. Vale lembrar que o pagamento das UTIs é de responsabilidade do Governo do Estado”, finalizou Amalec.

Anúncie no JH Notícias