Search
Close this search box.
Publicidade

Judô brasileiro garante mais dois ouros e chega a dez medalhas no Pan

Nesta segunda-feira (30), mais sete atletas buscam pódios em Santiago
Publicidade

O judô brasileiro teve um desempenho notável nos Jogos Pan-Americanos de Santiago, no Chile, conquistando um total de dez medalhas em 12 possíveis em apenas dois dias. No sábado (28), seis pódios foram alcançados, e no domingo (29), mais quatro medalhas brilharam para o Brasil: dois ouros, uma prata e um bronze.

Na categoria até 73 kg, ocorreu uma dobradinha brasileira, com Gabriel Falcão conquistando a medalha de ouro e Daniel Cargnin ficando com a prata. Curiosamente, na final, esses dois atletas não se enfrentaram, já que Daniel, que conquistou o bronze nas Olimpíadas de Tóquio em 2021, sofreu uma entorse no tornozelo esquerdo durante a semifinal e não teve condições de voltar ao tatame.

Publicidade

Na categoria até 81 kg, Guilherme Schmidt enfrentou o atleta da casa, Jorge Pérez, na disputa pelo ouro. O brasileiro teve que lidar com a pressão da torcida local, incluindo o apoio do presidente chileno, Gabriel Boric. No entanto, Schmidt conseguiu a vitória com um wazari (quando o judoca é derrubado de lado) e uma imobilização.

A medalha de bronze do domingo foi conquistada por Ketleyn Quadros, na categoria até 63 kg. Ela superou a colombiana Paola Mera com um wazari. A experiente judoca, de 36 anos, já tinha um bronze olímpico conquistado em Pequim, na China, em 2008, mas ainda não tinha subido ao pódio no Pan.

Ao contrário do sábado, o Brasil não conseguiu um aproveitamento de 100%. Na categoria até 70 kg, havia a possibilidade de duas medalhas de bronze, mas Luana Carvalho e Alexia Castilhos foram derrotadas pela venezuelana Elvismar Rodriguez e a equatoriana Celinda Corozo, respectivamente.

Nesta segunda-feira (30), outros sete atletas brasileiros competirão em Santiago em busca de medalhas: Samanta Soares e Eliza Ramos (ambas na categoria até 78 kg), Beatriz Souza (acima de 78 kg), Rafael Macedo (até 90 kg), Kayo Santos e Leonardo Gonçalves (ambos até 100 kg), e Rafael Silva (acima de 100 kg). Na terça-feira (31), a competição de equipes mistas está programada. As eliminatórias começam às 10h, no horário de Brasília.

Combate Clean Anúncie no JH Notícias